Consultor Jurídico

Tempos sombrios

Para investigar epidemia que assola o Direito, Lenio traça 6 modelos de professor

Retornar ao texto

Comentários de leitores

8 comentários

Tudo bem, mas...

outkool (Engenheiro)

me parece que, a exemplo dos professores infrabingo, o Dr. Lênio não explicou ou que é "autonomia do direito".

Um outro modelo

Gabbardo (Professor)

O modelo do professor Janjão, que, ao falar exaustivamente das Eumênides, simplesmente não faz a coisa mais básica que deveria - ler a tal obra (compreensível, é uma obra longa - estou levantando a plaquinha de sarcasmo, é assim que se faz, produção?). Ele seria mais prudente em falar do tal perdão judicial se lesse as linhas 735-740 da peça (o voto de Minerva não vem do Direito, mas do fato de Orestes ter pênis e Clitemnestra não). Mas é que ele usa resuminhos. Para que fazer uma teoria do carneiro, se se pode jantá-lo (após conferência) numa Escola de Magistratura?

Boa definição

S.Bernardelli (Funcionário público)

O pior de tudo que há muitos alunos que trocam o professor modelo bingo pelas outras porcarias de professores aliás, BARROSO é um desses tipos de professor.

E aquele professor

O IDEÓLOGO (Cartorário)

que defende interesses nada republicanos;
que gera teorias "mulambas" para angariar clientes recheados de "material sonante", principalmente em direito tributário e comercial;
que suplica para que os espíritos de doutrinadores germânicos como Gottfried Feder, Anton Dexler e Dietrch Eckart o oriente nas aulas de Ciência Política;
que vive no mundo ideal e esquece do real?

Boas lembranças

EGSC (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Excelente artigo. Lembrou-me o tempo de faculdade. Dos professores que nos obrigavam a leitura de Kelsen, Canotilho, Luman e outros, numa época que não tínhamos acesso a livros traduzidos (porque eram raros), nem a tradutores eletrônicos ao alcance da mão. E realmente, os professores "Bingo" são os menos lembrados nas placas de formatura que estampam as paredes da saudosa faculdade de Direito do Recife... Conheci o professor Lenio atraído pelo seu "hobby" (penso eu que seja...) que é a literatura jurídica e descobri um jurista que tem respeito e amor pelo Direito.

Portadores da verdade

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Afastando eventuais clichês, sobretudo daqueles que pensam serem os senhores portadores da verdade absoluta –a crítica, afigura-se de modo geral destrutiva, quando não desqualificadora.
Aí o protótipo das ideias contaminadas pela falsidade, envenenadas pela imperfeição ou ... pela cegueira ideológica, movidas por interesses políticos equivocados/inconfessáveis; pela arrogância dos néscios ou mentecaptos e sicofantas, na expressão machadiana; na vanglória dos imbecis; do maquiavelismo insultante dos audaciosos [equivocados]; do triunfo do parasitismo [que se apropria da ‘mais-valia’, descaradamente], e ainda culpa os outros pelos seus próprios fracassos; da insensatez de certos políticos nefastos, sobretudo dos que se auto intitulam ‘éticos, democráticos e transparentes’ e promovem o maior roubo dos cofres públicos; da hipocrisia dos vendilhões de consciências enfatuados de moralismo, amparados em certo mercantilismo compram e corrompem todos; do [im] pudor dos que poluem e prostituem o ambiente que alegam ‘defender’, promovendo um caos assombroso em que deambulamos e nos debatemos e ao qual a fatalidade histórica nos manieta, arrastando-nos na sua larga cauda de destruição, de miséria, de perdição e de desgraça...
E, todos, ‘alegres, felizes e contentes’ - continuam pousando de ‘defensora da moralidade, da ética, dos direitos humanos, da ‘justiça’ social, da igualdade, da ‘democracia’, enquanto promovem o maior saque dos recursos naturais e públicos de que se tem notícia no mundo civilizado … que conduz não só o País, mas todo o Planeta, desgraçadamente ao mais sórdido e triste período da vida nacional/mundial, pela corrupção de dimensão tsunâmica e degradação das instituições com o objetivo de corroer a base moral da atual e futura gerações.

Boa ressalva..

A.G (Professor)

Que bom que o sr. fez a ressalva a respeito do risco que corre o verdadeiro professor de Direito. Nesse labirinto de faculdades particulares em todo município médio do Brasil, se o sr. entrar em uma sala e perguntar o porquê estão ali, 99% dos alunos vão responder que é para fazer concurso. A IES ordena aos professores que partam do interesse do aluno. Pronto. As aulas então serão baseadas em memorização, macetes, resumos e mapas mentais. O professor que fizer diferente não termina o semestre, pois antes de 6 meses, já chega na secretaria o requerimento dos academicos pedindo a troca.

E o professor militante de esquerda?

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Faltou ao articulista citar o PIOR de todos os professores: o militante de esquerda, ideólogo socialista, que faz doutrinação em sala de aula!
É o pior tipo que existe, pois se preocupa apenas em arregimentar seguidores para a causa, não em lecionar direito.

Comentar

Comentários encerrados em 30/06/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.