Consultor Jurídico

Notícias

Recursos no exterior

Justiça de São Paulo condena três filhos de Paulo Maluf por lavagem de dinheiro

Por 

A 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo condenou, nesta quarta-feira (19/6), Flavio Maluf, Ligia Maluf Curi e Lina Maluf Alves — filhos do ex-prefeito da capital paulista Paulo Maluf — por lavagem de dinheiro.

Flavio Maluf foi condenado a 8 anos de prisão por lavagem de dinheiro

Paulo Maluf também foi denunciado, mas seu processo foi desmembrado para o Supremo Tribunal Federal após ele ser diplomado deputado federal.

Flavio foi condenado a 8 anos de reclusão. já Ligia e Lina receberam uma pena 4 anos, a ser cumprida em regime semiaberto.

A Justiça entendeu que os três ocultaram no exterior dinheiro de corrupção na construção da avenida Água Espraiada, atual avenida Roberto Marinho, em São Paulo, concluída em 2000, com custo final de R$ 796 milhões.

O Ministério Público afirma que os valores foram remetidos ilegalmente por doleiros a uma conta no Safra National Bank, de Nova York. Dos Estados Unidos, segundo a denúncia, foram remetidos valores para contas bancárias em sete fundos de investimento na Ilha de Jersey, que também receberam recursos provenientes da Suíça e da Inglaterra. A lavagem do dinheiro teria sido feita com investimentos na Eucatex, empresa da família.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão.
Processo 0014951-51.2006.4.03.6181

 é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 20 de junho de 2019, 16h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/06/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.