Consultor Jurídico

Consultor Tributário

Desigualdade de gênero e na tributação da mulher prejudicam desenvolvimento

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

combater a discriminação discriminando

George (Advogado Autônomo)

Que louco! que absurdo!
que tipo de gente é essa que quer combater a discriminação discriminando???
delírio, viagem, nojento!!!

Apontamentos – p3

McLovin (Advogado Assalariado - Empresarial)

APONTAMENTOS – P3

DIFERENÇA NA TRIBUTAÇÃO ENTRE SEXOS
Aqui, eu pergunto: e p/ homens com filhos, divorciados ou com dependentes (que não raramente possuem mais de 1 emprego), devido às dificuldades que suportam na manutenção dos seus trabalhos, também haverá benesse estatal? Mais: alguém se importa com eles?

“Isto sem falar do tratamento das mulheres grávidas ou com filhos e as dificuldades que suportam na manutenção de empregos, no caso de mulheres divorciadas e com dependentes, mantidas com a mesma faixa de dedução dos homens.”

Apontamentos – p3

McLovin (Advogado Assalariado - Empresarial)

APONTAMENTOS – P3

DIFERENÇA NA TRIBUTAÇÃO ENTRE SEXOS
Aqui, eu pergunto: e p/ homens com filhos, divorciados ou com dependentes (que não raramente possuem mais de 1 emprego), devido às dificuldades que suportam na manutenção dos seus trabalhos, também haverá benesse estatal? Mais: alguém se importa com eles?

“Isto sem falar do tratamento das mulheres grávidas ou com filhos e as dificuldades que suportam na manutenção de empregos, no caso de mulheres divorciadas e com dependentes, mantidas com a mesma faixa de dedução dos homens.”

Apontamentos – p2

McLovin (Advogado Assalariado - Empresarial)

APONTAMENTOS – P2

DESPESA GOVERNAMENTAL
Pegando os EUA como ex., o crescimento do FEMINISMO, TAMANHO do Estado/DESPESA GOVERNAMENTAL e TRIBUTAÇÃO estão intimamente atrelados à concessão do voto às mulheres, as quais, geralmente, tendem a votar em candidatos propagandistas de benesses com o dinheiro alheio, tbm. conhecidos como progressistas. Aos interessados, sugiro analisar graficamente a “guinada” que ocorre a partir de 1919, relativamente à despesa estatal e tributação americana. Desde então, programas assistencialistas só aumentaram.

A quem questionar, sou a favor do sufrágio universal, sim, e as linhas acima são apenas apontamentos históricos.

NÚCLEO FAMILIAR
Com a mudança da “família modelo anos 50”, constituída por um casal em que o homem iria trabalhar, prover recursos e a mulher cuidaria dos filhos e do lar, e com a aprovação das leis de divórcio, passaram a existir famílias consistentes em apenas pai e filho, mãe e filho etc..

Qualquer pessoa que tenha de cuidar e prover a si e mais pessoas enfrentará dificuldades, não sendo um problema específico do sexo feminino.

Apontamentos - p1

McLovin (Advogado Assalariado - Empresarial)

APONTAMENTOS - P1

Com o devido respeito ao Prof.º Heleno, nunca li tanta bobagem em um texto só e, alerto, minha opinião não vai agradar a muitos.
Há tantas inconsistências, tantas falácias, que poderia ser facilmente feito artigo refutador, que, porém, não seria bem-vindo no meio acadêmico.

CONTEXTO
Historicamente, devido à sua condição física (dimorfismo sexual), mulheres sempre buscaram alguém que lhe oferecesse PROTEÇÃO FÍSICA e RECURSOS, notadamente devido ao período de gravidez e cuidado materno que passam, configurando, quer você queira ou não, uma situação de dependência. É por isso que são atraídas por homens fortes ou ricos, ou que o aparentam ser. Quem discordar pode estudar um pouco de história, biologia e comportamento animal em geral. Não fará mal.

FEMINISMO
Despontou no início do séc. XX, buscando “igualdade entre homens e mulheres” em todos os campos, pois seriam iguais e poderiam fazer as mesmas coisas e com o mesmo desempenho. Mentira. As diferenças entre os sexos são latentes, CADA UM COM APTIDÕES DIFERENTES. Exemplificando: homens são melhores em quase todos os esportes – isso inclui ATÉ MESMO tiro ao alvo. Mas, se vierem a questionar, eu pergunto: onde estão as mulheres que trabalham em minas de carvão? Será que buscarão igualdade nas atividades de tal natureza, também, ou só pedirão cotas no alto escalão de Conselhos Adm., como já ocorre na Califórnia?

Foi melhor ler isso do que ser cego...

MAIS MISES-MENOS marx (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Um completo absurdo pedir tributação diferenciada com base no sexo. Espero que essa ideia nunca seja levada a sério.

Comentário

Afonso de Souza (Outros)

Está no texto: "Esse fato agrava-se quando se tem em vista que, por serem discriminadas no mercado de trabalho, também ganham menos do que os homens".

Não há qualquer evidência séria disso. Os dados que mostram por aí dizem respeito a uma média de salários agregados, separados por gênero. O que importa realmente é se há mesmo uma diferença salarial para quem executa as mesmíssimas funções (com as mesmíssimas responsabilidades).

Sabrina Veras

Sabrina Veras (Advogado Autônomo - Civil)

Irrelevante é um comentário que não traz nenhuma contribuição e sem identificação.

Desigualdade!

ABCD (Outros)

O movimento feminista, na tentativa de igualar o inigualável, provoca cada vez mais preconceito e divisão social. Esse é um dos assuntos mais ridículos que já li.

Comentar

Comentários encerrados em 20/06/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.