Consultor Jurídico

Notícias

Movimento do Judiciário

Juízes de 1ª instância de São Paulo expediram 322 mil sentenças em junho

Por 

No mês de junho, foram expedidas 322.550 sentenças em primeira instância na Justiça de São Paulo. A maioria, 156,6 mil, são de natureza cível. No mesmo período, houve 71,4 mil audiências e 363 sessões do júri, 71 mil precatórias foram devolvidas, além da distribuição de 334 mil feitos.

A primeira instância paulista encerrou junho com 19,6 milhões de feitos em andamento - cerca de 200 mil a mais do que havia em maio. A grande maioria dos processos (11,6 milhões) são de execuções fiscais. O mês de junho também teve 1.392 denúncias apresentadas no Juizado Criminal. 1.325 foram recebidas e 67 rejeitadas.

Por fim, os Colégios Recursais receberam 9.963 recursos no último mês. No total, 91.244 ainda estão em andamento. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (22/7) no Diário da Justiça Eletrônica.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 22 de julho de 2019, 13h05

Comentários de leitores

3 comentários

Concordo com o MAP

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Se tivéssemos uma Corregedoria séria, que não arquivasse 98% das representações/reclamações, teríamos 100% de magistrados respondendo a PAD.

Absolutamente nenhum (isso mesmo. Vc que está cursando direito, esta é a realidade do Judiciário. Prepare-se emocionalmente) magistrado do TJSP cumpre o que MANDA A LEI, em seu art. 489, § 1°, e seus incisos, NCPC. Logo, todos infringem o art. 35, inciso I, da LOMAN e art. 2º do Código de Ética da Magistratura. Na sentença não cumprem (1), nos embargos não cumprem (2), e nos embargos dos embargos também não cumprem (3).

Os advogados, em sua maioria, não pedem nulidade ao Tribunal pois isto demoraria e muito o já moroso processo.

Precisávamos de 10 CNJ, para dar conta de tanta andanças pelos magistrados às margens das leis...

Quem mais sentenciou ?

daniel (Outros - Administrativa)

O povo quer saber o nome de quem mais sentenciou !!! E nao média ou total de semtencas

Pesquisa não viu a qualidade, só o volume

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

98% deve ser nula por vício de fundamentação (CPC, art. 489, § 1.º e incisos).

Comentários encerrados em 30/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.