Consultor Jurídico

Notícias

Inconsistências irrelevantes

TSE aprova contas de campanha de Marina Silva nas eleições de 2014

Por 

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou as contas da campanha da chapa de Marina Silva nas eleições presidenciais de 2014. Segundo o relator, ministro Luís Roberto Barroso, as inconsistências são mínimas e não afetaram o processo eleitoral. 

Marina Silva ficou na terceira colocação na eleição presidencial de 2014, tendo tido mais de 22 milhões de votos . 

"Tais apontamentos não comprometem a regularidade das contas prestadas, afinal, o percentual das referidas inconsistências em relação aos recursos arrecadados e gastos na campanha (R$ 44.090.259,27) equivale a 2,68%, fazendo incidir, na espécie, os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade", afirma Barroso na decisão. 

Na eleição presidencial de 2014, Marina Silva concorreu pelo PSB e teve 22 milhões de votos, 21,32% do total. Ficou atrás de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), que fizeram um segundo turno vencido pela petista. 

A defesa de Marina Silva foi feita pela advogada Gabriela Rollemberg

Clique aqui para ler a decisão 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2019, 13h07

Comentários de leitores

1 comentário

Agora!?

J. Henrique (Funcionário público)

O Poder Judiciário é um dos pilares do atraso do país!

Comentários encerrados em 19/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.