Consultor Jurídico

Notícias

Renovação no tribunal

Kleber Leyser e Mauricio Valala são empossados desembargadores no TJ-SP

Por 

Foram empossados nesta quinta-feira (31) no Tribunal de Justiça de São Paulo, os desembargadores Kleber Leyser de Aquino e Maurício Valala. Leyser assumirá a vaga do desembargador aposentado Sérgio Rui da Fonseca, enquanto Valala ocupará a cadeira que foi deixada por Paulo Dimas Mascaretti, ex-presidente do TJ-SP e atual secretário de Justiça de São Paulo.

Os novos desembargadores Maurício Valala e Kleber Leyser de Aquino são empossados pelo presidente do TJ-SP, Manoel Pereira Calças (ao centro).

Kleber Leyser se graduou em Direito na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 1986, sendo especializado em direito penal pela Universidade de Florença, na Itália e mestre em direito também pela PUC. Atuava como juiz do TJSP de entrância especial (final) e é professor concursado do Centro de Aperfeiçoamento e Estudos Superiores da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Durante a posse, Leyser agradeceu por tudo o que a magistratura lhe proporcionou nos últimos 30 anos e endossou o discurso do presidente do TJ-SP, Manoel Pereira Calças, de que o desembargador é um servidor público. “Sou, portanto, alguém que deve tratar bem e receber bem as pessoas, porque essa é a minha função enquanto trabalhador do Estado”, afirmou.

Já Valala é graduado pela Faculdade de Direito na Universidade de São Paulo (turma de 1988) e começou a carreira como escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo entre 1981 e 1989. Em 2012, tornou-se juiz substituto em 2º grau, cargo que ocupou até sua promoção a desembargador. Valala agradeceu pelo reconhecimento e disse que vai “se entregar de corpo e alma ao trabalho jurisdicional”.

*Texto alterado às 12h01 do dia 1/2/2019 para correção de informação.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 31 de janeiro de 2019, 19h27

Comentários de leitores

1 comentário

Parabéns

O IDEÓLOGO (Outros)

aos Desembargadores do TJSP, expoente no Brasil.

Comentários encerrados em 08/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.