Consultor Jurídico

Notícias

Luto na advocacia

Morre a advogada Wanessa Portugal, diretora-executiva do Pró-Saúde

Morreu na manhã desta terça-feira (29/1) a advogada Wanessa Portugal, diretora executiva do Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. A advogada tinha 41 anos e estava internada no Hospital Sírio-Libanês devido a um câncer.

O corpo será velado em São Paulo, no Hospital Sírio-Libanês, nesta terça-feira, das 16h às 22h. Depois o corpo será levado para Boa Esperança (MG), onde Wanessa Portugal nasceu. Lá será velado nesta quarta-feira (30/1), das 5h às 16h30. O sepultamento será realizado às 16h30.

Wanessa Portugal graduou-se em Direito pela Universidade de Alfenas (Unifenas) e pós-graduou-se em Direito Empresarial pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Era sócia do escritório Portugal Advogados Associados, atuou como secretária Geral e Diretora da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Ciesp/Fiesp. Entre os anos de 2004 e 2007, trabalhou como assessora de juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em Contagem.

Foi Diretora Jurídica e de Filantropia da Pró-Saúde e, em fevereiro de 2018, assumiu a Diretoria Executiva-Geral da entidade. Recebeu por duas vezes consecutivas o Prêmio “100 Mais Influentes da Saúde”, realizado pelo Grupo Mídia. 

Em nota, a Câmara Cesp/Fiesp lamentou a morte da ex-colaboradora. "O trabalho eficiente e competente da Dra. Wanessa Portugal viabilizou a evolução da Câmara Ciesp/Fiesp, que lhe é muito grata por isso.
Neste momento de pesar, a Câmara Ciesp/Fiesp manifesta suas condolências aos familiares e amigos da Dra. Wanessa Portugal", diz a nota, assinada pelo presidente, ministro Sydney Sanches, a vice-presidente, ministra Ellen Gracie e o presidente do Conselho Superior da Câmara Ciesp/Fiesp, professor Kazuo Watanabe.

O Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem (Conima) também manifestou pesar pela morte da advogada, que foi diretora de Relações Institucionais do Conima. "Neste momento nos unimos em oração à sua família e amigos para que esta perda possa ser compreendida com o desejo que Deus conforte a todos", escreveu a presidente do órgão, Fernanda Rocha Lourenço Levy.

Revista Consultor Jurídico, 29 de janeiro de 2019, 15h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.