Consultor Jurídico

Notícias

Balanço do ano

Trabalhadores recebem algo em mais de 70% das ações trabalhistas na Bahia

Os empregadores tiveram que pagar aos trabalhadores em mais de 70% das ações trabalhistas julgadas em 2018 na Bahia. As condenações do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (Bahia) custaram aos empregadores R$ 2,5 bilhões em 2018. A corte divulgou os números e estatísticas do ano passado nesta segunda-feira (28/1) . 

Das 108 mil ações trabalhistas solucionadas em 2018 na primeira instância, 41.930 processos (39,69%) foram julgados procedentes em parte (alguns dos pedidos foram deferidos), 30.951 ações (28,56%) foram resolvidas por meio de acordos e 3.597 (3,32%) foram julgadas totalmente procedentes. 

Do outro lado, 13.165 ações (12,15%) foram consideradas improcedentes. 

O TRT-5 também solucionou um total de 182.167 ações, sendo 108.372 apenas na primeira Instância e 73.795 na segunda instância. Os dados foram levantados pela Coordenadoria de Estatística e Pesquisa.

A atividade jurisdicional rendeu aos cofres da União uma arrecadação de R$ 197.053.935,66, entre custas processuais, emolumentos, recolhimentos previdenciários, imposto de renda e valores decorrentes de multas. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-5. 

Revista Consultor Jurídico, 28 de janeiro de 2019, 13h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.