Consultor Jurídico

Notícias

Conduta polêmica

Não há consenso se repasse de salário a deputado é crime, improbidade ou nada

Comentários de leitores

4 comentários

Simples

Rodrigo Oliveirah (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

Se der um chega pra lá no Coaf acaba com nossa celeuma pela raiz.

Simples

Rodrigo Oliveirah (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

Se der um chega pra lá no Coaf acaba com nossa celeuma pela raiz.

Triste

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Independente da decisão que os Tribunais tomarem, não se pode deixar de considerar muito triste que alguém que foi eleito para mudar o pensamento, no mínimo não dê explicações plausíveis e apresente desde logo documentos provando o que diz. Pobre Brasil.

Trabalhou?

FAB OLIVER (Consultor)

RESTA AGORA SABER SE A PESSOA QUE TAVA RECEBENDO
(E ACEITANDO RECEBER) MENOS QUE DEVIA, TAVA TRABALHANDO DE FATO POR MENOS.

SINCERAMENTE, SE É PARA REPASSAR PARTE DO MEU SALÁRIO, DESDE QUE NÃO TENHA QUE DE FATO TRABALHAR, EU ACEITO!

Ps.: aceito não, fui irônico. Sou honesto e tenho muito orgulho disso.

Comentar

Comentários encerrados em 31/01/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.