Consultor Jurídico

Notícias

Lesão à ordem econômica

PDT pede suspensão da parceria entre Embraer e Boeing

Comentários de leitores

7 comentários

acabando com o Brasil

Edson Ronque III (Advogado Autônomo)

Existem 8 países no mundo que fabricam aviões. somos um deles. deixaremos de ser se o negócio se concretizar.
"ah, mas só afeta a aviação comercial" é, justamente o que da mais lucro pra embraer (e pro Brasil, indiretamente). perderíamos capacidade competitiva, dinheiro, empregos (e principalmente empregos especializados) e facilitaria demais num futuro extremamente próximo que estrangeiros se apossassem do resto da embraer, que foi construída com apoio do governo e tecnologia da aeronáutica. tudo iria por água a baixo. e o brasil vai se tornando cada vez mais rural e dependente de commodities sem valor agregado e com empregos qualificados cada vez menores. engenharia só agronômica, pra trabalho de campo. veterinários, zotecnistas, médicos, dentistas, advogados e professores serão profissões úteis. o resto pode fechar que não vai ter muito porquê (nenhum problema com as profissões citadas, muito pelo contrário. sou advogado, filho de agrônomo (que começou com trabalho de campo e se aposentou com projetos em escritório, professora, marido de professora e irmão de psicóloga. o problema são as profissões que podem gerar tecnologia nacional perderem espaço, como engenheiros mecanicos, aeronáuticos, automação industrial etc. nessa desindustrialização acelerada. a indústria ainda gera empregos mais qualificados deixando o país mais saudável)

Brasil - país abandonado à própria sorte

DAGOBERTO LOUREIRO - ADVOGADO E PROFESSOR (Advogado Autônomo)

Trata-se de um negócio internacional, num empreendimento em que estão envolvidos interesses nacionais da mais alta relevância. O Brasil não tem negociadores com qualidade profissional e intelectual para fechar tais transações. A diplomacia brasileira é notoriamente carente de gente preparada e eficiente para enfrentar os estrangeiros, bastando relembrar a compra da refinaria de Pasadena, que custava, no máximo, 100 mil dólares, por dois bilhões de dólares, e os recentes pronunciamentos do Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, um notório pobre diabo. Esse pessoal está rifando o Brasil, que está sendo vendido a preço de banana para os sagazes compradores internacionais, que estão carecas de saber que o Brasil é presa fácil. É jacus fazendo negócios com profissionais tarimbados, com assessoria do mais alto nível, que tiram todas as vantagens e não entregam nenhuma. Parte do nosso território, com área equivalente a de vários estados brasileiros, foi vendido ao Japão, que pouco dispendeu para realizar essa compra.
Vá você, meu amigo, comprar um terreninho 10mx30m na Argentina, aí logo ao lado, e veja se consegue.
No caso da Embraer, não se teve o cuidado nem o pudor de consultar a opinião pública e nem o Congresso Nacional, solenemente ignorados.
Cargos públicos são comprados por aqui. Está tudo à venda. É pagar e pegar, sem qualquer controle, sem qualquer fiscalização.
No caso, um negócio de seis bilhões de dólares não vai resolver nossos seculares problemas de má administração e gestão, pois este é um Pais que paga meio trilhão de dólares de juros todos os anos, sem que uma única voz se levante para meramente questionar essa esbórnia com dinheiro público.
A iniciativa do PDT é meritória e válida, porém, infelizmente, ameaça cair no vazio.

F 18 X Supertucano

pp.martorano (Advogado Autônomo)

“Seria uma temeridade passar toda a tecnologia de empresa estratégica brasileira para estrangeiros..."? Os caras fabricam F 18, 737, 747, 777, 787.

A Embraer não precisa dessa fusão

Marco Martins (Advogado Autônomo - Família)

A Embraer é uma empresa que já se consolidou no mercado, tanto é verdade que a Boeing quer fazer esse negócio para acabar com o potencial da Embraer.

Já perceberam que sempre que uma empresa brasileira começa a se destacar no mercado vem uma empresa internacional e acaba com ela?

E ainda tem gente que não percebe isso...

PDT pede suspensão da parceria entre Embraer e Boeing

Renato Adv. (Advogado Autônomo - Civil)

PDT pede suspensão da parceria entre Embraer e Boeing. = = = Quanta "INGNORANÇA" de um Partido Atrasado, da Esquerda que somente pensa na Revolução de Esquerda no Mundo para ter controle total das pessoas e das coisas.
São Cabeças "Não Pensantes" que ainda pensam que estão no tempo e espaço da Escravatura. Atrasados somente Isso.

Ave, imperium!

José R (Advogado Autônomo)

Estão hipotecando nosso futuro como nação tecnologicamente desenvolvida!!

Time do quanto pior melhor

ca-io (Outros)

Time do quanto melhor pior para depois dizer eu tinha razão a todo vapor, não sabem nada, são do contro pq não são seus aliados, entregar nossa alma para cuba, venezuela, bolivia, e tantos outros ninguém viu nada, ou a boeing compra embraer ou ela tem muito poder sim e pode dificultar tanto a comercialização de aeronaves (verifique o maior vendedor de aeronaves embraer do mundo), quanto matar no ninho por influencia em fornecedores na compra de equipamentos para produção. A boieng lascou com a douglas, agora o que se pode fazer é ter mais atenção na negociação para não perdermos a tecnologia até agora desenvolvida.

Comentar

Comentários encerrados em 18/01/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.