Consultor Jurídico

Notícias

HC Coletivo

Reincidência não impede que mãe de criança cumpra domiciliar, diz Lewandowski

Comentários de leitores

16 comentários

Pois é!

Neli (Procurador do Município)

Data vênia, sem entrar no mérito dessa decisão!
O aforismo: o crime compensa foi constitucionalizado em 1988.
Ser mãe!
Fui criada sem pai, Ministro!
E minha mãe, a melhor juíza que vi atuar na vida, embora tivesse, com muito orgulho (como ela falava) apenas o terceiro ano de grupo, dizia: “do zotro"* não se pode pegar nenhuma agulha! (*dos outros). E ela sempre repetia: não andem em má companhia, a polícia não sabem que vocês são filhos do Pedro Batista e meu.
Dizia mais: sigam meu exemplo.
Seguimos!
Quis fazer essa homenagem para a minha finada mãe, Maria de Lurdes, porque no dia 6 de janeiro ela, se viva fosse, completaria 99 anos.
Mães criminosas: será que não seria melhor perder o pátrio poder maternal?
Que exemplo essa senhora está dando para seus filhos?
O crime compensa?
Repiso-me, tudo bem que a Constituição de 1988 pegou o que a Lei 5491/73 introduzira no Brasil, e colocou como Cláusula Pétrea, implicitamente, o crime compensa.
Todavia, não se deve proteger a criança?
A criança não é mais importante do que esse aforismo implicitamente inserido no rol do art. 5º?
Excelência, com a devida vênia, a mãe reincidente deveria perder, pelo péssimo exemplo dado para a criança, o pátrio poder maternal.
A criança deveria ser prioridade sempre e não a mãe que não a respeitou.
A criança deve ser prioridade, inclusive pelas Autoridades que julgam um caso concreto.
Data vênia, ministro e desejo a vossa excelência, bem como a todos da Augusta Corte um ótimo 2019.

Crítica

Fernando Henrique P. Berbel (Advogado Sócio de Escritório - Trabalhista)

É inegável que a legislação penal e processual penal modernas tornam possível a existência do instituto do regime de prisão domiciliar para mães de crianças nesta faixa etária, como tentativa de evitar que as novas gerações, na ausência de seu ente materno incorram em um mundo de crimes, por mais que esta incursão não seja justificável. Ocorre que o ato da mãe utilizar a prisão domiciliar como meio de prática criminosa mais do que demonstra que o instituto não é suficiente. Estamos na verdade concedendo a ela a possibilidade de prática criminosa dentro de sua residência, na presença dos filhos, sob o pretexto de violação do direito humano da mãe, viola-se o direito humano dos filhos. Legalismo é uma lástima em um mundo tão complexo como o nosso. O Ministro deixou a desejar

Lógica

Francisco N. (Professor)

Se a Sra. vai continuar praticando o tráfico em casa, agora com o "salvo conduto" do ministro, me parece lógico que logo logo esse garoto mais velho (três anos) será iniciado na arte, provavelmente como aviãozinho...

Liberou Geral

elimarco (Administrador)

Liberou Geral!
A partir de agora, mulheres podem traficar drogas e cometer crimes à vontade, pois são apadrinhadas!
Que educação uma mulher nessas condições pode dar a seus filhos?
A inconsequência das decisões do STF beiram à insanidade!

Reincidência não impede que mãe de criança cumpra domiciliar

Renato Adv. (Advogado Autônomo - Civil)

Reincidência não impede que mãe de criança cumpra domiciliar, diz Lewandowski. = = = = = Esse é com Absoluta Certeza o País em que o Crime Compensa Mesmo, pois, com uma Legislação que é um LIXO e Um Ministro como Esse dever-se-ia Deixar os Criminosos na Rua e Ponto.
Toma esse Tipo de Decisão, pois Vive, Reside em Lugares de Luxo, Confortável e Seguro, Além de que acompanhados de Seguranças. O Brasil Não Prestou no Passado, Não Presta No Presente e Não Prestará No Futuro com os Dirigentes do Tipo. Vergonha.......

aberração jurídica!

WLStorer (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O HC coletivo a presas com filhos é uma afronta à sociedade e, em especial, uma afronta criminosa ao Estatuto da Criança e do Adolescente.
No que diz respeito ao funcionário público Ministro Lewandowski, pelo seu comportamento e pelas suas Decisões vê-se que está totalmente dissociado da realidade ou padece de graves transtornos mentais, pois notadamente presta um desserviço para o Poder Judiciário, agindo de forma expressa e reiterada para o seu descrédito.

Deus nos livre desse ministro.

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Amém.

Não faz sentido

Observador.. (Economista)

Não faz sentido desconhecer a natureza humana.
O tráfico usará mulheres e crianças como escudo preventivo.
Isso só aumentará o número destes seres humanos trabalhando para um sistema que não envolve apenas drogas.
Tem tentáculos no tráfico de seres humanos, armas, corrupção que pode afetar agentes públicos e por aí vai.

Urge a sociedade se unir para mudar a legislação.
O Brasil está cada vez mais violento, com bandidos soltos, população presa e sociedade refém.
Qual país do mundo - que não esteja em guerra - sofre o que vemos no Estado do Ceará?
Até quando seremos assim?
Até quando seremos reféns de teorias que só pioraram a vida do cidadão/cidadã anônimos?Os sem carros blindados, sem casas protegidas, sem dinheiro para sistemas de alarme, sem pedigree político....quem se preocupa com eles?

Até quando Brasil?

Será????

Professor Edson (Professor)

Será que diante de uma decisão absurda como essa podemos dizer que o STF é uma vergonha?

Esperança

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

espero que o atual governo mude a legislação. O Brasil tem uma necessidade muito grande de aderir a tratados internacionais sem se ater as consequências na segurança interna do país. Se, em prisão domiciliar a pessoa continua a traficar drogas, e, ainda assim, é mantida no seio da sociedade, o que a impedirá de continuar traficando? Depois vem os "especialistas" em segurança pública falando que a polícia precisa usar a inteligência. Me parece uma oposição ao governo, pois o Supremo desencavou tudo o que vai de encontro ao atual governo. O que deseja o STF? Governar o Brasil? Onde está na CF que cabe ao Supremo governar o país ou garantir a impunidade? Essa mentalidade já elegeu a direita, mas parece que alguns não percebem que o povo está cansado e, só se darão conta quando ciosas piores ocorrerem. O número de mulheres matando por aluguel já disparou de traficantes também, a população começará a fazer justiça com as próprias mãos. Em mato Grosso do Sul um pai teve a filha estuprada, procurou a polícia, identificou-se o autor, indiciou e representou-se pela sua prisão preventiva, mas o garantismo não autorizou, advogados criaram "versões", do tipo a menina de 13 anos teria provocado ou se insinuado. Revolta. A família procurou o PCC, em dois julgado, assassinado e com a cabeça e outras partes cortadas. Mensagem: procure o PCC se o seu caso for grave.

Que surpresa!

Levy Moicano (Jornalista)

Nossa, quem iria adivinhar que ela continuaria a praticar o tráfico em casa, hein?
Que surpresa!
Mas agora acho que ela aprendeu a lição, e não vai mais traficar.

Estarrecedor

acsgomes (Outros)

Ou seja, o Min Lewandovski, acaba de criar o salvo conduto para as mães praticarem crimes por serem "mães". O ministro é um dos que transmitem a mensagem para a sociedade de que aqui o crime compensa.

Garantismo

Professor Edson (Professor)

O princípio básico da recuperação da presa para o ministro não se aplica, a traficante é presa, não se arrepende, não se recupera, continua a prática criminosa sempre com os olhares atentos dos filhos, e tudo bem, isso é um garantismo turbinado, um grande incentivo ao tráfico de drogas.

Tráfico domiciliar.

Professor Edson (Professor)

Resumindo, o ministro Ricardo Lewandowski acaba de legalizar o tráfico de drogas domiciliar cometido por "mães".

direito de traficar em casa

daniel (Outros - Administrativa)

Direito de trabalhar em casa como bandida.... Muito bom !!! Liberamos o tráfico

direito de traficar em casa

daniel (Outros - Administrativa)

Direito de trabalhar em casa como bandida.... Muito bom !!! Liberamos o tráfico

Comentar

Comentários encerrados em 17/01/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.