Consultor Jurídico

Notícias

Retrospectiva 2018

Artigo mais lido do ano fala sobre comunhão parcial de bens

Como aconteceu em 2017, o artigo da advogada Eliette Tranjan sobre comunhão parcial de bens foi novamente o mais lido da ConJur ao longo de 2018. No texto, ela explica a importância da divisão de bens e faz um "guia" sobre o tema.

Temas recentes como o caso Lula e a escolha de Sergio Moro para o Ministério da Justiça dividiram a atenção do leitor com outros mais antigos, como o Código de Processo Civil de 2015.

Entre os autores publicados, o jurista Lenio Streck foi o que mais apareceu entre os mais lidos — três vezes. 

Os dez artigos da ConJur mais lidos em 2018
Eliette Tranjan: Casais devem compreender comunhão parcial de bens138.403
visualizações
Otávio Fonseca: Novo Código de Processo Civil quebra paradigma das "condições da ação"93.726
visualizações
Pedro Serrano e Lenio Streck: Moro comete infração ao tirar férias para montar equipe do novo ministério75.564
visualizações
Lenio Streck: O paradoxo de Münchhausen do caso Lula: se o MPF ganhar, Moro perde75.531
visualizações
Luiz Carvalho: Quem faz uso exclusivo de imóvel deve indenizar74.264
visualizações
Luiz Flávio D'Urso e Adriana D'Urso: Pequenos delitos, grandes problemas e graves consequências71.377
visualizações
Luciana Baroni: Sogra é parente por afinidade com vínculo permanente67.976
visualizações
Teresa Arruda Alvim e Arthur Lobo: Prazos processuais devem ser contados em dias úteis com novo CPC66.826
visualizações
Lenio Streck: O juiz Marcelo Bretas tem razão: a Justiça nos dá medo! Mas fracassamos?65.987
visualizações
Bheron Rocha: O jogo mudou: Lula pode ser solto em liminar de revisão criminal 64.892
visualizações

Revista Consultor Jurídico, 6 de janeiro de 2019, 9h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/01/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.