Consultor Jurídico

Quebra de Sigilo

Ministra do STJ e mulher de Toffoli também foram investigadas pela Receita

Retornar ao texto

Comentários de leitores

13 comentários

Rez Publica - transparência SEM MEDO

wgealh (Advogado Autônomo - Ambiental)

Ministros dos tribunais, membros do "andar de cima", chegou a hora de passarmos o Brasil a limpo. NÃO TENHAM MEDO, apoiem TODAS as iniciativas de levantamento de informações EM TODOS OS ÓRGÃOS públicos. NINGUEM pode ter medo, SE NÃO TIVEREM RABO DE PALHA... Investigação faz bem, quem nada teme, TERÁ CERTIDÃO DE HONESTIDADE, só que aqueles que SEMPRE SOLAPARAM os cofres publicos... esses PODEM E DEVEM ter muito medo, mais cedo ou mais tarde VAMOS TE PEGAR... Com Justiça, mas vamos te pegar...

ESTADO DE DIREITO, morcegos, ratos e baratas

MACUNAÍMA 001 (Outros)

É assim que deve funcionar o Estado Democrático de Direito. Igualdade perante a lei, igualdade na lei. O Fisco tem o dever de investigar. E agradeçam se nada provarem contra, porque aí receberão um atestado de idoneidade da Receita Federal. Caso contrário, sofram as consequências de eventuais atos ilícitos que praticaram.
Até os morcegos, ratos e baratas de Brasília sabem dos esquemas que pululam naquelas terras dos três podres poderes.

\"apesar de vocês...\"

Eduscorio (Consultor)

Já dizia o músico Chico Buarque naquela marchinha: "apesar de vocês ..." o amanhã há de ser outro dia. E, neste dia, os ventos uivantes também soprarão contra os poderosos encastelados na 'res publica'. Só mesmo com música para digerir o fato de que algo está mudando - pra melhor.

José R (Advogado Autônomo)

Ivo Lima (Advogado Assalariado)

Metralhadora de abobrinhas.

Somos todos iguais

Amaralsantista (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Não tenho muito o que comentar diante de todos os que me antecederam, apenas confirmar o óbvio de que "pau que dá em Chico, dá em Francisco" ou estou equivocado. Basta de impunidade, o Brasil não suporta mais esses desmandos dos intocáveis. Então que prossigam as investigações e que venham as punições de forma cristalina e democráticas.

Crime ou prevenção?

Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil)

Escolha cidadã, não quero o crime de vazamento de informações sigilosas, mas quero o COAF agindo sobre as autoridades públicas, todas, que devem prestar contas ao povo.
Foi a receita federal, sem problema, o crime de colarinho branco precisa ser combatido. Ou o judiciário, o legislativo e o executivo são contra o policiamento do vil metal?

Único crime aqui é o vazamento de informações sigilosas

Schneider L. (Servidor)

Apuração pela Receita Federal não implica em investigação criminal. Pode sim gerar uma Representação Fiscal para Fins Penais que é constantemente usada para crimes contra o sistema financeiro, todavia, o único crime aqui é o vazamento de informações com o intuito de tirar o poder da Receita Federal.

O vazamento de informações impede que eventuais pessoas inocentes se defendam coerentemente sem que sua imagem seja afetada. Mas isso também não é motivo para querer destruir a Receita Federal ou comparações ao nazismo

Impedir investigação não seria confissão tácita de crime?

elimarco (Administrador)

... e tem mais é que serem investigadas mesmo!
Ser investigado não é nenhuma condenação ou acusação leviana.
Ninguém, ninguém está acima de lei e não pode ser investigado. Todos nós o podemos. Investigar vestígios de não conformidades com as leis é a atividade fim dos órgãos e mecanismos de controle!
Só querem impedir de serem investigados aqueles que têm medo de verem descobertas as suas mazelas!

Vida...

Marcos José Bernardes (Advogado Autônomo - Civil)

Puxa vida. Nunca pensei que viveria o suficiente para ver o andar de cima sendo de alguma maneira investigado, seja a que título for, nesta nossa auto intitulada república. O esperneio é grande como seria de imaginar, afinal são séculos de impunidade e conivência criminosa. Será que caminhamos para uma verdadeira república? Onde todos devem ser iguais perante a Lei? Onde não deve haver privilégios? Cela especial? Foro pivilegiado?

LEI

O IDEÓLOGO (Cartorário)

"A lei é uma norma jurídica ditada por uma autoridade pública competente, em geral, é uma função que recai sobre os legisladores dos congressos nacionais dos países, com prévio debate e o texto que a impulsiona e que deverá observar um cumprimento obrigatório por parte de todos os cidadãos, sem exceção, de uma Nação, porque da observação destas dependerá que um país não termine transformado numa anarquia ou caos (https://queconceito.com.br/lei).
r/>A lei é para todos. Inclusive para aqueles do "andar de cima".

Semi Deuses

Lincoln Silva (Advogado Autônomo - Civil)

Nada mais justo que investigar os semideuses e colocarem eles para fora por causa da corrupção. Conjur só colocou os comunistas investigados....falem sobre os demais.

Algo grave está para ser revelado

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

Os constantes escândalos envolvendo membros do Judiciário, poderá desencadear numa CPI e o Judiciário livrar-se de suas mazelas.

É o pudê!!!

olhovivo (Outros)

Alguém tem dúvidas de que é a onipotente "lava-jato" que está por trás dessa safadeza? É igual dar mel pra quem nunca comeu melado... poder (acima da lei) a quem não tem o poder que pensa que tem.
E isso é porque o legislativo é omisso em aprovar a nova lei de abuso de "pudê" e do judiciário que dá o melado para irresponsáveis se lambuzarem.

Comentar

Comentários encerrados em 5/03/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.