Consultor Jurídico

Controle e fiscalização

Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

SUPREMACIA togada

Eduscorio (Consultor)

Indicação política sem concurso público, vitaliciedade, foro mais que privilegiado, poder de atribuir às investigações da Receita sobre si próprios a pecha de ilícitas, definidor do teto, blindagem por não se submeter a ninguém, exceto ao Senado e apenas por crimes de responsabilidade, ... chega por aí. É muito privilégio para pouco resultado, ou pior, resultado desastroso para a democracia.

Observem a % dos ministros

Schneider L. (Servidor)

1/4 dos Ministros não apoia essa ideia, mas com certeza não tem nada a reclamar da fiscalização em relação aos outros tribunais.

É preciso diminuir a pressão política nos tribunais, incentivar sua independência, e PUNIR os desvios de conduta. Não teria como ser mais evidente na atual conjuntura.

Ajustes

Resec (Advogado Autônomo)

Há necessidade de ajustes, a fim de que os Ministros passem a respeitar a República, na qual ninguém está isento ou acima da lei.

República

Marcos José Bernardes (Advogado Autônomo - Civil)

Perguntas simples: por que não se submetem? Estão acima de lei? São ininvestigáveis? Vivemos ou não em uma república?

Comentar

Comentários encerrados em 21/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.