Consultor Jurídico

Notícias

Em 1º turno

TJ-SP elege novos presidentes das Seções de Direito Privado e Criminal

Por 

Os novos presidentes das Seções de Direito Privado e Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo foram eleitos em primeiro turno nesta quarta-feira (4/12). Eles ficarão no cargo pelo biênio 2020-2021.

Fachado do TJ-SP, no centro da capital
Reprodução

A Seção de Direito Privado será comandada pelo desembargador Dimas Rubens Fonseca. Ele recebeu 96 votos contra 81 do desembargador José Henrique Arantes Theodoro.

Dimas é presidente da 28ª Câmara de Direito Privado. Foi promotor de Justiça antes de ingressar na magistratura em 1988 e atua no TJ-SP há seis anos.

Já na Seção de Direito Criminal, o novo presidente é o desembargador Guilherme Gonçalves Strenger, com 69 votos contra 8 do desembargador Walter da Silva. Strenger é juiz desde 1980 e ingressou no TJ-SP em 2002. Tem cadeira na 11ª Câmara de Direito Criminal.

Escola Paulista da Magistratura
A chapa eleita para comandar a EPM foi a do desembargador Luís Francisco Aguilar Cortez, que recebeu 279 votos. A outra chapa, do desembargador João Batista Amorim de Vilhena Nunes, teve 69 votos.

Veja como ficou a votação desses cargos:

Seção de Direito Privado:
Brancos - 6
Nulos - 6
José Henrique Arantes Theodoro - 81
Dimas Rubens Fonseca - 96

Seção de Direito Criminal:
Brancos - 2
Nulos - 1
Walter da Silva - 8
Guilherme Gonçalves Strenger - 69

Escola Paulista da Magistratura:
Brancos - 5
Nulos - 5

Chapa: João Batista Amorim de Vilhena Nunes - 69
Diretor: João Batista Amorim de Vilhena Nunes
Vice-Diretor: Roque Antonio Mesquita de Oliveira
Seção de Direito Privado: José Carlos Costa Netto
Seção de Direito Privado: Carlos Alberto de Campos Mendes Pereira
Seção de Direito Público: Ricardo Henry Marques Dip
Seção de Direito Público: Vera Lucia Angrisani
Seção de Direito Criminal: Newton de Oliveira Neves
Seção de Direito Criminal: Miguel Marques e Silva
Juiz de entrância final: Guilherme Ferreira da Cruz

Chapa Luís Francisco Aguilar Cortez - 279
Diretor: Luís Francisco Aguilar Cortez
Vice-Diretor: Milton Paulo de Carvalho Filho
Seção de Direito Privado: Renato Rangel Desinano
Seção de Direito Privado: Dácio Tadeu Viviani Nicolau
Seção de Direito Público: Moacir Andrade Peres
Seção de Direito Público: Luciana Almeida Prado Bresciani
Seção de Direito Criminal: Fernando Antonio Torres Garcia
Seção de Direito Criminal: Adalberto José Queiroz Telles de Camargo Aranha Filho
Juiz de entrância final: Manoel Luiz Ribeiro

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 4 de dezembro de 2019, 13h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/12/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.