Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

O dono da liberdade é o cidadão

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A Nação infelizmente permanece calada frente aos abusos praticados pelos membros do Ministério Público. No caso específico citado na reportagem, o descontrole emocional do autor da denuncia criminal era de tal gravidade que o mesmo chegou a confessar publicamente a intenção de praticar assassinato dentro de um órgão público. Mesmo assim, nenhuma punição foi aplicada, e a ação penal, notoriamente descabida, ainda foi até mesmo julgada (improcedente). O Brasileiro comum não consegue compreender que o dono da liberdade é o cidadão, e que o agente público necessita estar circunscrito aos termos da lei, a fim de não atormentar a vida das pessoas.

Não surpreende!

amigo de Voltaire (Advogado Autônomo - Civil)

Depois que o ex-arqueiro geral, índio ruim de mira, participou daquele embuste que foi a delação da JBSsó para salvar a aposentadoria dele e dos colegas apaniguados da função pública pátria, nada que vier dele surpreende. Ele sempre foi o enigmático PGR, Janot or not Janot, essa denúncia deve estar um lixo, muito embora fatos e evidencias não faltem, se bem conheço a figura.... .

A atividade política...

Eduardo Lyra (Bancário)

"... a denúncia do MPF é na verdade uma tentativa de criminalizar a atividade política..."
Argumentação típica de quem atua movido por orientações políticas e em defesa de suas preferências pessoais.
Mas, de fato, a caracterização da constituição de organização criminosa, de formação de quadrilha, é subjetiva. E via de regra, acusações de que pessoas influentes cometem tal crime não prosperam.

Mais uma

olhovivo (Outros)

Mais uma "flechada" do sujeito que queria matar e cometer suicídio e que tinha uma "farmácia" de cachaça em pleno órgão público. E convenceu muitos em Banânia da suposta seriedade de suas ações.

É incrível

Schneider L. (Servidor)

Já teve algum juiz mais desqualificado nomeado para um vara especializada em lavagem de dinheiro? Casos em MG, GO, PR, SP, RJ todas mostram juízes consistentes enquanto no DF tem a Excelência que se esforça para absolver os réus.

Entendo que no caso uma procuradora, isoladamente, discordou da tese acusatória do PGR e de sua força-tarefa, mas o juiz foi o mesmo que absolveu Michel Temer, SUMARIAMENTE, no caso do "tem que manter isso aí viu". Ele inventou crime famélico, ilegalmente, para um caso de uma mula carregando 6kg de cocaína:

https://www.conjur.com.br/2018-jul-30/juiz-ve-desespero-emocional-absolve-mula-preso-6kg-cocaina
<br/>É incrível, o DF segue na contramão do país.

é aquele juiz garantista de brasilia

daniel (Outros - Administrativa)

Melhor esperar o que o Tribunal vai decidir no recurso !!

Comentar

Comentários encerrados em 12/12/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.