Consultor Jurídico

Notícias

Clima fraterno

Em homenagem, professor Juarez Tavares critica ascensão do punitivismo

Por 

Advogados se reuniram na noite desta quarta-feira (28/8) em um jantar em homenagem professor Juarez Tavares, em São Paulo. Advogado, ex-procurador da República e titular de Direito Penal da Uerj, Tavares é considerado um expoente da área criminal pelos pares.

Professor Juarez Tavares, homenageado nesta terçaReprodução

Ao falar sobre a sua carreira, Tavares relembrou a dificuldade que a advocacia enfrentou durante a ditadura militar e criticou a ascensão do discurso punitivista no país. 

Segundo ele, o investimento na formação acadêmica é a "única forma de tirar o país da pobreza, da miséria, da discriminação e do desencanto". 

Estiveram presentes o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad; o vice-presidente da OAB-SP, Ricardo Toledo; a desembargadora aposentada Kenarik Boujukian; o juiz Marcelo Semer; os advogados Mariz de Oliveira; Alberto Zacharias Toron; Fabio Tofic Simantob; Juarez Cirino; Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay; Marco Aurélio Carvalho; Ana Estela; Dora Cavalcanti; Daniela Meggiolaro; Eleonora Nacif; Pedro Estevam Serrano; Leandro Raca; Luiz Flávio Borges D’Urso; Ana Amélia Camargos; Leonardo Yarochewsky; Fernando Neisser; e cerca de outros 200 advogados.

Veja abaixo trechos das manifestações:

Mariz de Oliveira, criminalista
"Quero conclamar a todos para que sejam ocupadas as trincheiras da resistência. Mais uma vez o advogado está sendo chamado para exercer seu papel. É a nossa vocação. O nosso destino! É preciso que de novo nos tornemos porta-vozes dos anseios e das aspirações do cenário brasileiro. (...) O Brasil atravessa, penso eu, uma das mais negras perspectivas. Precisamos sair da letargia e passar de novo a advogar nas causas da sociedade brasileira. (...) Nos unamos! Nos lidere Juarez para que nos possamos ter o país dos nossos sonhos."

Kenarik Boujikian, desembargadora aposentada do TJ-SP
"O senhor é professor de todos nós. O senhor é um professor da democracia. É uma alegria enorme tê-lo aqui e poder agradecer por tudo o que fez, faz e fará em relação a democracia. O senhor serve de exemplo em todos os momentos de resistência. É inspirador saber quais passos devemos seguir."

Juarez Cirino, professor e pesquisador
"Vim aqui para festejar o professor. Sou o mais antigo amigo do professor Juarez Tavares presente nesta festa. Nós participamos das lutas acadêmicas contra a ditadura nos idos de 1964. Nos reuníamos na calada da noite para urdir os efeitos da ditadura daquela época e desde então temos estado juntos. É uma homenagem merecidíssima! Acompanhei a vida toda desta grande figura. Todos sabem que Juarez Tavares é um dos maiores professores de Direito Penal do Brasil, mas poucos sabem que ele é o maior o professor do Brasil."

Fábio Tofic Simantob, presidente do IDDD
"A ciência penal tem o compromisso com valores democráticos e com a dignidade da pessoa humana. Você, Juarez, é o grande representante dessa ciência penal no país. Você é o baluarte dessa ciência penal. Sua contribuição foi fundamental no estudo dos crimes omissivos, na teoria do crime culposo e na análise do bem jurídico."

Eleonora Rangel Nacif, presidente do IBCCrim
"Eu não sei quanto de vocês já passaram por disputas eleitorais ao longo da vida. Eu nunca tinha passado, até experimentar a disputa eleitoral para o cargo que hoje ocupo, de presidenta do IBCCrim. 
Pois bem. É algo solitário, agressivo, as vezes nós ouvimos coisas a nosso respeito que não gostaríamos de ouvir, o ânimo é belicoso, infelizmente. Ainda não inventaram outra forma de se fazer política, mas eu honestamente acho que precisamos reinventar isso tudo com urgência. Agregar, dialogar são as palavras de ordem, ao meu ver.
Mas o que eu quero destacar é que nessa fase, Juarez que era uma pessoa querida , admirada por mim mas distante, como alguém inalcançável, intocado, pelo seu brilhantismo, na minha 'boberice' o tratava com alguma cerimonia, se mostrou um companheiro leal, atento, gentil, ligando quase diuturnamente para saber como eu estava, e comentar os últimos e picantes acontecimentos da eleição, sempre com uma palavra de incentivo e sabedoria."

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2019, 11h11

Comentários de leitores

2 comentários

O enfraquecimento da democracia

O IDEÓLOGO (Outros)

O problema somos nós brasileiros, tolerantes com os erros próprios e alheios, com receio de punir os desviantes da lei penal, porque são pobres e ignorantes; porém, estes são os mais ladinos e violentos, depois daqueles membros da elite fomentadores de crimes de grande repercussão econômica. A Democracia instaurada pela Carta Constitucional de 1988 instaurou sistemas de prerrogativas a destinatários, totalmente, desconhecedores da amplitude delas e, ainda elevou o crime em trezentos por cento, quando comparado com o Regime Militar.

Justa homenagem

Joao Sergio Leal Pereira (Procurador da República de 2ª. Instância)

Mais do que merecida, a honenagem ao professor e jurista Juarez Tavares é um singelo reconhecimento de sua contribuição para o direito penal brasileiro. Parabéns, mestre dos mestres.

Comentários encerrados em 06/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.