Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

Desmontando o Brasil

Fernando Sertão (Advogado Assalariado - Administrativa)

Vaidade. Sempre ela.
Enquanto o Brasil é esquartejado para interesses externos, os bachareis em Direito arrotam arrogância, senhores de toda a estupidez que já vi.
Mas se "tá todo mundo" agindo de forma torpe e maligna, eu também posso, pensam alguns. São como pessoas de bem que entram no clima das brigas de torcidas. Espírito de manada.
O Direito os absolve? Violenta emoção?
Há um Deus, haverá um tribunal. Quero ver as desculpas naquele dia: "achei que podia ser maligno, pois todo mundo era...". Nesse dia a indigitada procuradora vai ter uma defesa pouco melhor que os bonzinhos que conheço...
Mas tenho certeza de que os neófitos do MPF e da PF já perceberam que os veteranos Aecistas (agora Bolsonaristas) são uns belos PATIFES.

Má índole

S.Bernardelli (Funcionário público)

Sua desculpa não é digno elogio, pois ela não fez mais que sua obrigação EM SE DESCULPAR; além disso, sua desculpa foi para amenizar sua MÁ ÍNDOLE PERANTE A JUSTIÇA. Ainda deve se desculpar com MINISTRO GILMAR MENDES, pois ele PODE SER BOCUDO, MAS NÃO É HIPÓCRITA E LULA SABE DISSO. Assim como ELA E TODOS continuarão com sua MÁ ÍNDOLE MARCADA, pois por muito tempo VIVERAM DE TRAMOIAS E TODOS OS PARTICIPANTES DEVEM SER PUNIDOS, POIS ASSIM SERÁ RESTAURADA A MORAL DO MPF.

por qual motivo o hacker não invadiu os celulares de petista

daniel (Outros - Administrativa)

por qual motivo o hacker não invadiu os celulares de petistas e advogados da defesa dos réus na lava jato....

O sistema

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O sistema é cruel quando você não se adapta a ele.

Pelo Twitter?

MNCastro (Assessor Técnico)

Seria interessante que ela pedisse desculpas pessoalmente, como soa honesto com os seres humanos, e não pelo twiter, que é o canal dos emburrecidos.

Confirmação da veracidade

olhovivo (Outros)

Pelo menos essa procuradora teve a decência de não mentir sobre a veracidade das conversas - como fazem os demais como estratégia covarde de defesa - e de reconhecer a indecência de ironizar a morte de parentes dos outros.

Não era tudo mentira?

Weslei Estudante (Estagiário - Criminal)

Bom, depois de algumas confirmações anteriores (Moro no episódio do MBL, Faustão, Ministro Barroso) e outras indiretas (inclusive de procurador), temos mais esta.

Será que ainda terá pessoas defendendo a "mentira" do conteúdo?
Pior que defendem a positivação da prova ilícita, mas não defendem o devido processo legal e a imparcialidade. O que explica isto? direito penal do autor e do inimigo.

Melhor dizer que aprovam que os fins justificam os meios e parar de hipocrisia.

Minha opinião: a prova ilícita não pode ser utilizada para incriminar os interlocutores, mas deve ser utilizada para anular os julgamentos PARCIAIS e sem o devido processo legal.

Comentar

Comentários encerrados em 4/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.