Consultor Jurídico

Privilégio injustificado

Pagamento de pensão a ex-governador é inconstitucional, confirma STF

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

Data vênia!

Neli (Procurador do Município)

Causa-me espécie essas leis: pensão vitalícia ou quatro anos após o mandato.
Não existe nenhum fundamento real ou plausível apto a amparar esses absurdos.
Foge, completamente, dos princípios da Legalidade, Isonomia, Moralidade.
Outro absurdo existente: contribuintes pagarem pensão vitalícia para ex- primeiras damas. Como se fazer sexo no passado fosse de Interesse Público.
Hoje se paga pensão para a senhora Tereza Goulart, como ontem pagou para a Dona Risoleta Neves!
E amanhã pagará para outras ex-primeiras damas: Marcela Temer, Marli Sarney etc. se viúvas ficarem.
Pagar um salário de Presidente da República para ex-pprimeira dama?
Qual fundamento? Fazer sexo no passado? E depois da saída do cônjuge viveu largo espaço sem usufruir do “dinheiro da viúva” (erário), como voltar a receber?
Constitui outro absurdo, assessores, carros oficiais e seguranças para ex-presidentes da República.
Quais os fundamentos legal e constitucional?
Nenhum!
E os prejuízos aos cofres públicos quem dão são os idosos do INSS.
E o Brasil continua a viver nesse eterno subdesenvolvimento.
Só o Supremo Tribunal Federal para salvar o contribuinte dessas normas estapafúrdias e contra a República.

Dois pesos e duas medidas

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Enquanto isso, cada Ex-Presidente da República pode ganhar pensão E uma série de funcionários para servi-lo/a pelo resto da vida.

E a turma que reclama da OAB?

Hilton Daniel Gil (Advogado Autônomo - Civil)

Vim ávido aos comentários ver se encontrava alguns dos críticos ferrenhos da OAB... mas acho que não vou ter esse deleite.

E aqui?

Pekush (Advogado Autônomo)

E na Terra das Araucárias, nada de acabar com essa ignomínia? A turma do Ali Babá (Richa) e os 40 ladrões agradece!

Comentar

Comentários encerrados em 23/08/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.