Consultor Jurídico

Entrevistas

Reforma da Previdência

"Não tem cabimento mulher aposentar com idade e tempo menor que o homem"

Por 

Para Zélia Pierdoná, Procuradora Regional da República, não tem cabimento que a mulher se aposente com idade e tempo menor de contribuição que o homem.

"Hoje há uma diferença de cinco anos, tanto no regime geral, quanto no regime de servidores, e agora a proposta reduz para três anos. A diferença tenta compensar desigualdades, que deveriam ser enfrentadas com políticas públicas mais adequadas", disse, durante entrevista ao programa Jusbrasil Entrevista, em referência à Reforma da Previdência aprovada pela Câmara dos Deputados em julho. 

O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, aumenta as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados. 

A procuradora e professora da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie falou sobre as mudanças na aposentadoria e seus impactos.

Veja a entrevista completa abaixo:

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2019, 13h49

Comentários de leitores

0 comentários

Ver todos comentáriosComentar