Consultor Jurídico

Notícias

Direito Público

Juiz substituto em 2º grau Nilton Santos Oliveira se aposenta do TJ-SP

O juiz substituto em 2º grau Nilton Santos Oliveira participou nesta terça-feira (06/8) de sua última sessão de julgamento na 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo antes da aposentadoria. “Tive uma maravilhosa experiência na Corte paulista e levarei as recordações pelo resto da vida”, disse o magistrado.

O presidente da Câmara, desembargador Carlos Eduardo Donegá Morandini, agradeceu em nome dos demais integrantes do colegiado. “Gostaria de prestar meus agradecimentos pelo excelente trabalho desenvolvido até aqui. Agora virá o merecido descanso, depois de tantos anos de Magistratura. Como sempre digo, é muito mais difícil deixar a Magistratura do que ingressar na carreira”, disse.

TJ-SPNilton Santos Oliveira recebeu homenagens em sua última sessão de julgamento antes da aposentadoria

Nilton Santos Oliveira nasceu em São José do Prado, na Bahia, em 1957. Graduado pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), turma de 1985, foi escrevente do TJ-SP, de 1981 a 1987. Em 1989, tomou posse como procurador do Estado. Ingressou na Magistratura em janeiro de 1991, sendo nomeado para a 51ª Circunscrição Judiciária, com sede na Comarca de Caraguatatuba, e também judicou em Tupi Paulista.

Em 1991, foi promovido ao cargo de juiz auxiliar da capital e, em 1997, removido para a 2ª Vara Cível de Araçatuba. Em 2006, foi promovido para a 1ª Vara da Família e das Sucessões do Foro Regional de São Miguel Paulista e para a 2ª Vara Cível da Comarca de Araçatuba. Em abril de 2018, foi removido ao cargo de juiz substituto em 2º Grau.

Revista Consultor Jurídico, 8 de agosto de 2019, 17h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/08/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.