Consultor Jurídico

Notícias

Ameaça da ditadura

Sepúlveda Pertence chama atenção para onda de autoritarismo de direita

Um país que viveu 21 anos sob ditadura deve estar atento para a onda de autoritarismo de direita. A ressalva foi feita pelo advogado Sepúlveda Pertence, em evento no Instituto dos Advogados Brasileiros nesta segunda-feira (5/8).

Fábio Rodrigues Pozzebom/ABRSepúlveda Pertence enfatizou como essencial a tolerância "sem a qual, com a serenidade que a pressupõe, a democracia fenece".

Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ex-procurador-geral da República, Pertence falou de sua carreira em um dos momentos mais difíceis do Brasil, o regime militar. Ele citou "o exercício da advocacia e, nela, à defesa dos perseguidos pelo regime de arbítrio militar".

Considerando que a volta da ditadura é uma ameaça citada por muitos, Pertence chamou a atenção para a definição da cientista política Lilia Schwarcz, que mostra que traços de autoritarismo estão fincados no "incentivo à polarização e atração pelo autoritarismo". 

O advogado fez questão de reafirmar a importância do respeito aos ideais democráticos e enfatizou como essencial a tolerância "sem a qual, com a serenidade que a pressupõe, a democracia fenece".

No evento, Pertence recebeu a medalha Teixeira de Freitas, a mais importante comenda do IAB, e foi homenageado pelo ministro Luís Roberto Barroso, pelo advogado José Roberto Batochio, e pela presidente do IAB, Rita Cortez.

Clique aqui para ler o discurso.

Revista Consultor Jurídico, 7 de agosto de 2019, 14h22

Comentários de leitores

1 comentário

Que falta tu faz, pertence!

Joao Sergio Leal Pereira (Procurador da República de 2ª. Instância)

Justa e pertinente a homenagem que o IAB presta a esse homem público que tanto honrou o Ministério Público Federal e a Suprema Corte. Pertence é um daqueles homens que não esquecemos jamais. De sabedoria ímpar, sempre soube cultivar a humildade no trato com o outro. Agradeço a Deus pelo privilégio de ter me permitido conhecê-lo quando de seu exercício à frente da Procutadoria Geral da República. Meus sinceros respeito e admiração, doutor Sepúlveda Pertence.

Comentários encerrados em 15/08/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.