Consultor Jurídico

Notícias

Briga de apresentadores

João Doria entra com queixa-crime contra Kajuru por calúnia e difamação

Por 

O governador de São Paulo, João Doria, entrou com uma queixa-crime contra o senador Jorge Kajuru por calúnia e difamação. O ex-jornalista esportivo ofendeu o tucano em recente entrevista e afirmou que ele cobrava dos entrevistados quando trabalhava como apresentador.

Governador João Doria foi chamado de "escória" pelo senador Jorge Kajuru. Reprodução

Foi à revista Veja que Kajuru disparou contra o governador paulista. O chamou de "escória da escória" e completou: "Trabalhei com ele na RedeTV! Você acha que aqueles entrevistados eram gratuitos? Nada mais a falar. Dória é metido a intelectual, mas é vazio e inculto. É chumbrega, que não é o mesmo que brega. No dicionário Michaelis significa desprezível".

Segunda a defesa de João Doria, feita pelo advogado José Fernando da Costa, os crimes de calúnia e difamação estão claramente configurados. O criminalista afirma ainda que, neste caso, Kajuru não está protegido pela imunidade parlamentar. 

"Diferente seria se estivéssemos tratando, por exemplo, de uma pronunciamento feito no Senado durante alguma sessão legislativa, ou de alguma atividade realizada pelo vereador de interesse da população. No caso em tela mostra-se evidente que a disseminação de fatos e palavras ofensivos à honra, dignidade e decoro do querelante, não está de modo algum ligada às 'opiniões, palavras e votos' relativos ao exercício do mandato", afirma o advogado na petição. 

Clique aqui para ler a petição

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 18 de abril de 2019, 18h35

Comentários de leitores

3 comentários

João vaidade

JCCM (Delegado de Polícia Estadual)

Infelizmente, o mundo está virado de cabeça para baixo. O sujeito se elege mentindo para os eleitores, dizendo que não deixa o cargo galgado (prefeito) e descaradamente, ano e meio depois, quando rompe a própria palavra, ele que adora apontar o dedo critico para todos os seus parças políticos (ah, mas ele diz não ser político.... kkkkkkkk), quando criticado vai pra justiça.

Tá certo que o senador Kajuru não é o "deus" dono da razão que imagina, mas, com certeza, ele (Kajuru) de fato não é político, por isso, muita das vezes fala com coragem o que muitos queriam também falar.

Mas, sem desejar atacar a honra do autointitulado acelerador, se dando uma conotação de gestor eficiente (só não enxergo onde!), mantendo a educação de berço, me vejo obrigado em concordar com o jornalista quando diz que o atual governador, querido de metade dos paulistas é chumbrega (DESPREZÍVEL).

João botox

José R (Advogado Autônomo)

Olha lá hein? Em ação penal privada que persegue calúnia e difamação cabe Exceção da Verdade...
Agripino, Agripino, veja lá onde pode parar isso...

João Doria entra com queixa-crime

ubira39 (Outros)

Pelo jeito, João Dória não está muito bem assessorado.
Na petição inicial ora é qualificado como: "atualmente exercendo o cargo público de prefeito da cidade de São Paulo/SP"

O que é do conhecimento de todos, atualmente ele (João Dória) exerce o cargo público de governador do estado de São Paulo. S.m.j.

Comentários encerrados em 26/04/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.