Consultor Jurídico

Notícias

De volta

Ricardo Lewandowski toma posse como ministro substituto do TSE

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski tomou posse nesta terça-feira (25/9) como ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral. Ele ocupa a vaga deixada pelo ministro do STF Luiz Edson Fachin, que assumiu, em agosto, uma cadeira de titular no tribunal.

A ministra Rosa Weber, presidente do TSE, saudou o colega. “Tenho certeza de que, mais uma vez, o ministro Lewandowski dará contribuição de enorme valor para o povo brasileiro.”

O novo integrante da corte eleitoral lembrou que já viveu muitos bons momentos no TSE. “Aqui me sinto em casa”, disse. “Neste tribunal, contribuímos para a consolidação da democracia no Brasil.”

Lewandowski já presidiu o TSE por dois anos: de abril de 2010, ano em que comandou as eleições gerais, a abril de 2012. Foi o magistrado responsável por inaugurar a atual sede do tribunal.

Composição
O TSE é composto de sete membros titulares: três ministros do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça e dois advogados indicados pela Ordem dos Advogados do Brasil. A mesma proporção de magistrados titulares — três do STF, dois do STJ e dois indicados pela OAB — é aplicada na composição de ministros substitutos. Com informações da Assessoria de Imprensa do TSE.

Revista Consultor Jurídico, 26 de setembro de 2018, 10h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.