Consultor Jurídico

Notícias

Apenas eleitoral

Parecer da ONU sobre Lula não incide na esfera criminal, diz Fachin

Comentários de leitores

4 comentários

Questão de legitimidade real

Fernando Figueira Borgomoni (Advogado Autárquico)

Quando fazia Direito na Católica de Santos, tinha um colega, que aliás também era jornalista, que tinha uma capacidade incrível de fazer discursos que, apesar de uma intensa e rebuscada verve não dizia rigorosamente NADA. A uma certa altura da dosagem etílica da mesa, ele pedia a palavra e despejava o discurso sem nenhum sentido, mas recheado de um "palavrês" impressionante, sob os apupos da galera. Me parece que meu amigo deve ter dado alguns cursos por aí para uns desembargadores e ministros que, para justificar o injustificável falam, falam, falam e conseguem não dizer absolutamente nada. É o fim da credibilidade do judiciário brasileiro. Muitos anos passarão para que recuperemos esse Poder aos olhos da população. Sem contar a gravíssima exposição do país a nível internacional. Lamentável.

Então bastava pedir para ser candidato?

ju2 (Funcionário público)

Entende-se que Fachin continua favorável ao cumprimento da Decisão da ONU. Desde que a defesa de Lula peça apenas que ele seja candidato, e não candidato e livre.

Finalmente as garras ficaram expostas

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

Preocupante os tantos argumentos para justificar uma heresia juridica.
Estava demorando um pouco para mostrar as garras.
Precisamos urgentemente restabelecer a autoridade do STF, sob pena de assistirmos sua implosão.
Antes, já era dificil em que cada tribunal era ou se considerava um Poder Judiciário; agora cada juiz se considera um Poder Judiciário.
Mss. Margareth Thatcher, com razão, disse que o Brasil não tem condições de aplicar um regime democrático de direito, dada a mentalidade e despreparo do povo (em especial as ditas autoridades).
O Brasil está precisando é de um grande vermifugo para expelir os parasitas que tanto atrasam este pais.

Finalmente as garras ficaram expostas

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

Preocupante os tantos argumentos para justificar uma heresia juridica.
Estava demorando um pouco para mostrar as garras.
Precisamos urgentemente restabelecer a autoridade do STF, sob pena de assistirmos sua implosão.
Antes, já era dificil em que cada tribunal era ou se considerava um Poder Judiciário; agora cada juiz se considera um Poder Judiciário.
Mss. Margareth Thatcher, com razão, disse que o Brasil não tem condições de aplicar um regime democrático de direito, dada a mentalidade e despreparo do povo (em especial as ditas autoridades).
O Brasil está precisando é de um grande vermifugo para expelir os parasitas que tanto atrasam este pais.

Comentar

Comentários encerrados em 14/09/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.