Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Confusão no eleitor

TSE suspende mais uma propaganda que Lula aparece como candidato

Por 

Mais uma propaganda eleitoral do PT foi suspensa pela Justiça Eleitoral por mostrar Lula como candidato a presidente. Em liminar desta segunda-feira (3/8), o ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral, estabelece multa diária de R$ 500 mil caso o partido não deixe de veicular uma propaganda na televisão. Mais cedo, o ministro Luis Felipe Salomão havia tomado a mesma decisão, mas em relação a uma propaganda veiculada no rádio.

Manter Lula como candidato nas propagandas mesmo depois da decisão do TSE é estratégia para confundir o eleitor, afirma Carlos Horbach.
TSE

“É inegável que a utilização de espaço de propaganda oficial, custeado pelo contribuinte, para divulgação de candidatura que não mais existe tem a potencialidade de confundir o eleitor, criando, artificialmente, estados mentais e emocionais equivocados”, afirma Horbach, na decisão.

O ministro afirma que, na decisão tomada no último fim de semana, o TSE deixou claro que Lula não pode ser candidato nem fazer campanha — no entendimento do ministro Luís Roberto Barroso, como Lula está inelegível nos termos da Lei da Ficha Limpa, autorizar que faça campanha confundiria o eleitor. Para Horbach, a propaganda na TV expõe a tentativa de influenciar o eleitor com base em informação incorreta, já que Lula está inelegível.  

A ação foi ajuizada pelo Partido Novo, representado pela advogada Marilda de Paula Silveira.

Clique aqui para ler a decisão.
0601049-91.2018.6.00.0000

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 3 de setembro de 2018, 19h32

Comentários de leitores

3 comentários

Defender lula não é ser petista, é ser justo.

Eder Oliveira (Administrador)

“Defender Lula não é coisa de petista, nem de “esquerdista”. DEFENDER LULA É ATITUDE DE GENTE SENSATA, gente que sabe que o que está em jogo não é corrupção, apartamento triplex, sítio, pedalinho, nada disso.
O que está em jogo é o sistema democrático brasileiro. O QUE ESTÁ EM JOGO É A FALÊNCIA DO SISTEMA JUDICIÁRIO BRASILEIRO que se tornou partidário e TÃO OU MAIS corrupto que o sistema político.
O que está em jogo é a IMAGEM DO BRASIL PERANTE O MUNDO, porque NEM MESMO OS QUE ACUSAM LULA estão convictos de que haja provas de corrupção do ex-presidente.
VAMOS SER HONESTOS, o processo sempre foi político e tem por objetivo tirar a maior liderança mundial da esquerda das eleições num país que viveu um golpe de Estado, um golpe que tirou do poder uma mulher honesta, uma mulher nunca acusada, julgada e condenada por corrupção.
SEJAMOS HONESTOS, o crime de Lula foi gerar ódio nessa elite que jamais aceitou que um torneiro mecânico, operário, nordestino e sem diploma tenha se tornado respeitado mundialmente, uma espécie de Nelson Mandela brasileiro, só que no combate à fome.
SEJAMOS HONESTOS, os que defendem a sua prisão são os mais corruptos, comprovadamente corruptos, homens sem amor ao povo brasileiro, homens que por dinheiro venderiam até a alma, quem dirá vender a riqueza nacional como estão a vender.
DEFENDER LULA É HOJE UM DEVER DE QUALQUER PATRIOTA, qualquer democrata, independente de partidarismo.
DEFENDER LULA É DEFENDER O BRASIL e o que resta de dignidade nesse país. Lula não roubou, não recebeu dinheiro, não teve conta secreta descoberta na Suíça, nem dólares em paraísos fiscais.

Estratégia para confundir eleitor ?

Silva Cidadão (Outros)

Esse comportamento do Lula e dos integrantes do PT, de maneira nenhuma, deve ser interpretado como uma estratégia para confundir o eleitorado, mas, sim, como em tantas outras ocasiões já foram demonstrados, tanto por ele como os demais integrantes da organização criminosa, que não nutrem o mínimo respeito ao poder judiciário e muito menos disposição para cumprir suas decisões.

Uma pergunta...

Marco 65 (Industrial)

O que é que impede a nossa justiça de fazer cumprir as leis e, principalmente, as decisões judiciais, quando um condenado, semi-analfabeto, que, infelizmente, se tornou presidente e arruinou o País, não respeita ninguém (nem a ele próprio)?
Essa malsinada Constituição de 1988 tem que ser revista! Na época, juristas de renome afirmavam que o País ficaria ingovernável...
será que ninguém vê isso?????

Comentários encerrados em 11/09/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.