Consultor Jurídico

Mudança de destino

Após vitória, Bolsonaro diz que Brasil não irá mais "flertar com socialismo"

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Yawhe Yeshua (Administrador)

Eududu (Advogado Autônomo)

Os detratores de Bolsonaro insistem em querer desconstruí-lo com frases tiradas de contexto, deturpadas e exageradas em seu sentido. Não analisam uma entrevista, não conseguem criticar um discurso ou plano de governo.

Apelam para sentimentalismos baratos, tudo é “discurso de ódio”. Imitar arma com a mão nunca foi crime. Pessoas normais sabem separar a ficção da realidade, o imaginário do real.

Nunca ouvi Bolsonaro dizer que homossexuais devem ser assassinados. E se tivesse realmente dito, certamente seria processado.

Arroba é apenas uma unidade de medida de peso, não exclusivamente utilizada para pesar gado.

Mas suponhamos que realmente tenha havido uma comparação do quilombola com gado. O senhor acha que a comparação ocorreu em razão do quilombola estar gordo ou em razão de ser negro?

Se sua resposta foi a segunda opção, devo lhe informar que racista e preconceituoso não é Bolsonaro, é o senhor.

É óbvio que, se houve a comparação com gado, ainda mais no contexto da fala do deputado, ela é referente ao (excesso de) peso da pessoa, e não à sua raça ou cor.

É possível citar várias frases absurdas de Lula, p.ex., dizendo que os pobres do sul eram mais bonitos do que os do nordeste, que a crise era culpa de gente branca de olho azul, chamando feminista de mulher de grelo duro, que tinha o prédio cercado de peão para bater nos coxinhas, que o exército de Stedile iria para as ruas... Até Haddad, tão bonzinho, disse que Bolsonaro era uma espécie que deveria ser varrida do mapa. Mas explanar insistentemente sobre essas frases é infantil, até porque o aparelhamento do Estado e a corrupção institucionalizada pelo PT fala muito mais do que a boca de seus líderes.

Por isso, sua “cosmovisão” está carregada de emoção e carente de argumentos.

Resposta...

Yawhe Yeshua (Administrador)

Prezado Sr. Eududu (adv. )
Não sei em qual modo de cosmovisão vc adota para postular sua visão de mundo , mas sua resposta sobre o meu comentário me leva a crer que vc é daqueles que não sabe o que diz , e como os demais é um cego que abraçou a sandice e a cosmovisão de um louco que agora é o nosso "presidente".
Se vc viu este Sr. em sua campanha e agora diz que o mesmo nada fez de errado então meu jovem (caso vc seja ) vc é tão degenerado quanto este Sr. Jair. Se vc acompanha os atos politicos e a vida pregressa deste , vc veria que se fosse em uma empresa privada este Sr. não passaria em uma entrevista pessoal para trabalhar (...) Mas na politica bem sabemos a onde ele chegou e eleito por pessoas tão iguais a ele com a visão de mundo e de sociedade. Pregar o Ódio, usar uma criança inocente com a sua mão em forma de uma arma dando tiro (um crime contra o ECA ), dizer que homosexuais tem que ser assassinados, COMPARAR um ser Humano como gado( peso em arrouba), estas e outras proposições inaceitáveis partindo de uma pessoa que almeja ser presidente de uma nação continente, e que agora é de fato e de direito. Portanto eu formulo minha proposição de que quem vota em um politico com este tipo de cosmovisão é igual a ele na forma e no conteúdo.
O que me deixa estarrecido é ver as pessoas achando que td isso é normal notadamente o sistema judiciário legal (STF, STJ, e TSE) aceitando caladinhos o que este sr. fez e ainda vai fazer.
Como disse um jornalista veterano dos fatos politicos dos últimos 70 anos ..."Não dou seis meses para um arrependimento geral e irrevogável destes que votaram no Sr. Jair...". Penso tb o mesmo.

Yawhe Yeshua (Administrador)

Eududu (Advogado Autônomo)

Não sei se é muito tarde (porque Bolsonaro já está eleito) ou muito cedo (porque ele ainda não tomou posse) para o senhor patrulhar as falas do futuro presidente.

De qualquer forma, “não flertar com socialismo” sempre foi seu compromisso de campanha. E creio que não é razoável interpretar a expressão de modo literal.

Mas, se o senhor acha que isso quer dizer textualmente que Bolsonaro romperá relações com a China, por certo o senhor virou mais um analista e expert em diplomacia e relações internacionais, dos que estão surgindo após a eleição de Bolsonaro.

Bolsonaro é um fenômeno, já está transformando a vida de pessoas como o senhor, que será, aliás, já é mais um analista e fiscal permanente do governo e da vida do candidato. Parabéns.

E se o senhor acha mesmo que Bolsonaro deveria estar preso pelos seus atos insanos divulgados nos meios de comunicação, dê o exemplo e o denuncie ao MP. Aposto que o senhor não fará isso, porque é incapaz de imputar um crime sequer ao candidato. Imitar armas com as mãos crianças fazem quando brincam ou até mesmo quando cantam (como naquela música insuportável, “pega a metralhadora e trá, trá, trá...”, que tocou exaustivamente Brasil afora, inclusive nas redes de TV). E incentivar assassinatos, Bolsonaro nunca fez, ou então já teria sido processado. Essa é a realidade.

Do alto dos seus 54 anos, seja adulto. Não apele. Não xingue. Não minta. Não delire. Aceite o resultado da eleição democrática.

Imprensa suja e manipulada! Seja de qualquer lado!

GUSTAVO MP (Outro)

Agrande faceta desta eleição com certeza é que o núcleo da corrupção não advém somente das empreiteiras, construtoras e empresários, pelo contrário, se viu claramente que vários setores da imprensa brasileira demonstraram o seu viés político e partidário e, que o sistema "toma-lá dá-cá" não se restringe apenas na esfera empresarial não, o obscuro e mais podre adstrito da corrupção se encontra disfarçados nessa tal "liberdade de imprensa" embutida nas emissoras de TV, rádio, jornais e periódicos que abusam de sua discricionariedade para cometerem diversos abusos a troco de "barganhas" do Estado!

Matéria distorcida

AC-RJ (Advogado Autônomo)

"Suposta perseguição da imprensa"? A perseguição foi nítida e evidente, e até mesmo este site fez parte dela. Basta consultar a internet que se chega facilmente a esta conclusão.

Como é, Conjur?

Flizi (Outros)

Em razão da hegemonia do pensamento de esquerda nos meios acadêmico, jornalístico e artístico, em quase todo o mundo ocidental, é mais que previsível que analistas políticos digam que o PT não é extrema esquerda. Sempre foi! PSDB seria a esquerda mais moderada (fabiana). O PT moderou seu discurso em prol de governabilidade por meio de um pragmatismo político nos governos Lula e Dilma, mas a verve autoritária sempre esteve lá, haja vista o mensalão e o petrolão. E após o impeachment, voltou seu discurso às raízes, radical, conforme atestou o plano de governo, diversas vezes alterado na corrida presidencial, apenas para ocultar as verdadeiras intenções ao eleitorado. O candidato oculto, Lula, várias vezes declarou que iria realizar controle da mídia. Hoje, não apenas no Brasil, mas na maior parte do mundo ocidental, qualquer pensamento que não seja de esquerda ou de centro é automaticamente jogado para a extrema direita. O discurso de Bolsonaro, com algumas ressalvas, é semelhante ao discurso de notáveis líderes conservadores e liberais clássicos do passado. O Brasil nunca teve um governo genuinamente de Direita. Os militares eram anticomunistas, mas estavam mais preocupados com a luta armada, enquanto as esquerdas tomavam conta dos espaços culturais. Na parte econômica, os militares mais se aproximavam dos modelos soviéticos (estatistas) de desenvolvimento, diferente do que ocorreu no Chile. Por isso a grande mídia perdeu. Hoje é possível conhecer o candidato diretamente, sem intermediários, ou seja, sem o filtro da grande mídia. E o povo julgou que, se Bolsonaro realmente extrapolou diversas vezes a civilidade esperada, não mereceu a pecha de fascista, nazista, racista que tentaram histericamente colar nele.

Eu sou

Natália Di Silva (Estagiário - Civil)

de extrema direita então Graças a Deus.
#olulatápresobabaca

Infeliz comentário

Yawhe Yeshua (Administrador)

Mais uma vez o Sr. Jair ..mete os pés pelas mãos e discursa de assunto que não domina e comete gafes diplomáticas antes mesmo de tomar posse. Falando e tomando letra por letra de seu "discurso" a partir de 1 de Janeiro quando então este degenerado (agora alçado a "presidente" ), vai então romper relações diplomáticas e econômicas com a a Republica Popular da China... (...) HA...HA..HA.... (Não podemos flertar com o sistema isso sistema aquilo... ) Um perfeito desequilibrado falando sandices em um mundo competitivo onde precisamos de mercados para os nossos produtos... Mas fazer o que mais ? com 55 % de votos "válidos" temos um Sr. que por suas palavras e atos durante a sua campanha para presidente deveria estar preso e respondendo pelos seus atos insanos cometidos ..atos estes divulgados pelos mais diversos meios de comunicações...Onde assistimos estarrecidos este Sr. com uma criança ao colo, "ensinando" a formar com sua maõzinha inocente uma arma dando tiros... e em outra ocasião...este mesmo Sr. incentivando o assassinato de seres humanos devido a sua opção sexual... e simpatizantes de sistema politico contrários.... Quem tem um minimo de discernimento da História saber muito bem como pessoas que tinham este tipo de comportamento fizeram em prol da humanidade.
Eu do alto dos meu 54 só tenho que lamentar que meus irmãos Brasileiros tenham dado seu "voto" em favor de uma pessoa com tais pensamentos e com tais atos desabonadores...e não me venham se desculpar quando as cousas começarem a desabar sobre as nossas cabeças...pois como néscios, os eleitores dentro dos 55 %, são indesculpáveis, pelos seus atos de colocar um degenerado que já vinha a tempos falando e escrevendo sobre suas posições , inclusive incentivando assassinatos .

Parabéns

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Parabéns Jair Messias Bolsonaro! Os "Boys" do Mercado Financeiro, os pecuaristas, os evangélicos, os militares, os empresários do agronegócio, os policiais militares, os deputados, vereadores, governadores, prefeitos e senadores, conservadores, vão apresentar a "fatura". E ela não será modesta.

Comentar

Comentários encerrados em 5/11/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.