Consultor Jurídico

Artigos

Opinião

O papel dos robôs e das redes sociais nas eleições deste ano

Comentários de leitores

5 comentários

Contrariado (Auditor Fiscal)

Eududu (Advogado Autônomo)

O senhor deve estar de brincadeira. Não conseguiu comentar nada sobre o texto. Aí veio comentar sobre outros comentaristas.

E em que parte do meu comentário eu rotulei o articulista ou alguma outra pessoa? Vá aprender a ler, isso é analfabetismo funcional. Eu estou comentando sobre o texto e a linha editorial do Conjur. Quem está comentando sobre pessoas é o senhor.

De toda forma parabéns. Conseguiu escrever três linhas sem dizer as palavras “nazista”, “fascista’, “racista”, “homofóbico”... Nas próximas eleições já deve conseguir interpretar e argumentar sobre os textos publicados no Conjur. Não desista!

Robôs

Contrariado (Auditor Fiscal)

eududu e rcanella só podem ser robôs, já que, como máquinas programadas, invariavelmente usam os mesmos "argumentos", as mesmas palavras até, para rotular articulistas e demais usuários que não se pareçam com eles.

Parabéns a Antonio Augusto Queiroz e à CONJUR pela precisão!

Auta Gagliardi Madeira (Advogado Autônomo - Civil)

Antonio Augusto,
Desde o meu tempo de advogada/Sindicato dos Bancários de Brasília, em que li seus primeiros textos (DIAP), observei sua clareza de ideias, conhecimentos sólidos e honestidade de propósitos, que permanecem presentes neste artigo relevante e marcante, mais uma vez.
Aprendi com sua sua explanação.
Obrigada.
Oxalá, muitos o leiam, também.
Envio renovados parabéns pela sua luta democrática e pelo alerta na busca da verdade real, às mentes empenhadas como você na crença inabalável, de que um mundo melhor é possível para todos nós.
Parabéns ao CONJUR pela publicação deste necessário e esclarecedor tema.
Adv. em Brasília.

Fim da Esquerdolãndia

rcanella (Funcionário público)

Para ler qualquer coisa aqui no CONJUR primeiro eu vou lá embaixo ver quem é o cara ou quem ele se diz ser e então vou ao texto. Esse cidadão é Diretor do DIAP - Departamento INTERSINDICAL de Assessoria Parlamentar. Precisa falar mais alguma coisa ? Todos os que neste país, de uma forma ou de outra, vivem às custas de dinheiro via Estado estão desesperados com o iminente e inexorável desmonte da Esquerdolândia brasileira. A farra dos comunistas está com os dias contados. Ainda vamos ver muito disso aqui... É o "jus sperniandi"...

Se esquecem dos MAV´s do PT

Eududu (Advogado Autônomo)

O PT já era mestre em fake news muito antes do advento do whatsapp. Basta lembrar dos petistas “aloprados” que foram presos com R$ 1.7 milhões para comprar e divulgar um dossiê falso sobre José Serra, para influenciar as eleições presidenciais de 2006.

E foram pioneiros em usar mavs (militantes em ambiente virtual) e ensinar “táticas de guerrilha na internet" (ver em https://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po1810201110.htm). Isso em 2011!

Financiou blogs para atacar opositores (https://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/quanto-voce-paga-para-os-blogs-sujos-do-pt/, https://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/planalto-corta-r-8-mi-de-sites-e-blogs-simpaticos-ao-pt-alguns-dos-quais-autointitulados-8220-blogs-sujos-8221/).
r/>E há pouco tempo ocorreu o caso da “influenciadora digital” Paula Holanda, mostrando outro esquema de fazer propaganda oculta pró-PT nas redes sociais. (https://www.oantagonista.com/internet/quem-esta-por-tras-dos-cybermortadelas-pt/). Foi notícia também na Folha de São Paulo (https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/08/agencia-e-acusada-de-contratar-perfis-para-propaganda-irregular-pro-pt-no-twitter.shtml).

Engraçado, quando o PT deitava e rolava nas redes sociais com seus mavs, blogs sujos e cybermortadelas ninguém via motivo para alarde. Nunca vi uma matéria sobre o assunto aqui no Conjur. Agora que perderam espaço, também, nas redes sociais e na internet, denunciam robôs.

A verdade é que o PT já viu que perdeu a eleição. A grande mídia, que vem sendo aparelhada com companheiros e financiada com publicidade estatal, não tem mais o monopólio da informação. Não tem mais credibilidade. Não adianta inventar essa bobagem de agências de checagem, de matérias e denúncias sobre robôs e fake news.

Tenham Fair Play.

Comentar

Comentários encerrados em 31/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.