Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Intimação de desembargadores

CNJ instaura processo para apurar demissão de juíza no Pará

Por 

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, abriu, nesta segunda-feira (15/10), processo para apurar o pedido de exoneração da juíza Ana Carolina Barbosa Pereira, da comarca de Xinguara (PA).

Ao instaurar Pedido de Providências, Humberto Martins pediu esclarecimentos pelas críticas feitas pela magistrada ao Tribunal de Justiça do Pará à Ordem dos Advogados do Brasil e ao Ministério Público do Pará.

“Chegou ao conhecimento desta Corregedoria Nacional de Justiça pedido de exoneração da magistrada Ana Carolina Barbosa Pereira, publicado em diversos meios de comunicação e mídias sociais, em que, ao justificar seu pedido, narra a ocorrência de omissões praticadas pelo TJ-PA e Corregedoria que, em tese, demonstram desídia institucional que prejudicam o exercício da judicatura e, principalmente, a prestação jurisdicional do estado do Pará. Vamos esclarecer os fatos”, afirmou o corregedor Nacional.

Na decisão, Martins determinou a intimação dos desembargadores Ricardo Nunes e José Maria Teixeira do Rosário, presidente e corregedor-Geral de Justiça do estado do Pará, respectivamente, para que, no prazo de 15 dias, apresentem informações a respeito dos fatos narrados na notícia.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2018, 15h21

Comentários de leitores

1 comentário

Erro

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Parece-me que há erro no título da reportagem. O motivo da instauração do processo administrativo estaria relacionado às supostas críticas da magistrada, ao contrário do que sugere o título da reportagem, que sugere a instauração do procedimento devido ao pedido de demissão.

Comentários encerrados em 24/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.