Consultor Jurídico

Notícias

Crimes confessos

Marcelo Bretas condena ex-secretário de Obras do Rio a 23 anos de prisão

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, condenou o ex-secretário de Obras da prefeitura da capital fluminense, Alexandre Pinto, a 23 anos, 5 meses e 10 dias de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Pinto também terá de devolver aos cofres públicos R$ 804,9 mil obtidos de vantagens indevidas pedidas aos representantes das empreiteiras Carioca Christiani Nielsen e Construtora OAS.

As duas construtoras eram participantes dos consórcios responsáveis pela execução das obras da Transcarioca e da recuperação ambiental da Bacia de Jacarepaguá e teriam pago propina de 1% do valor de cada uma das obras feitas para as Olimpíadas Rio 2016. Alexandre Pinto foi secretário de Obras durante o governo Eduardo Paes (DEM), que não foi citado na sentença.

Esse dinheiro da propina foi usado por Alexandre Pinto para a compra de imóveis e salas comerciais, colocados em nome de sua família. Dois imóveis foram colocados em nome de seus filhos. Toda a culpa foi assumida por Alexandre Pinto, que excluiu a responsabilidade dos parentes e confirmou em depoimento à Justiça que agiu sozinho.

Na decisão, Bretas apontou que a culpabilidade de Alexandre Pinto é elevada, “tendo agido contra a moralidade e o patrimônio público, motivado por mera ganância e ambição desmedidas (motivação), a despeito da sua responsabilidade perante o atendimento das necessidades básicas dos cidadãos do município do Rio de Janeiro, na seara de sua competência administrativa, no caso destes autos, praticando a lavagem de capitais obtidos ilicitamente em crimes de corrupção praticados no âmbito da Secretaria de Obras deste município”. Com informações da Agência Brasil. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2018, 13h05

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.