Consultor Jurídico

Chapa da situação

Marcos da Costa, atual presidente da OAB-SP, é favorito nas eleições deste ano

Retornar ao texto

Comentários de leitores

11 comentários

OAB

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O Doutor Marcos da Costa, eminente e culto advogado, intelectual, excelente administrador, probo, um dos gênios da raça.
Deve continuar na Presidência da OAB.

Isenção no Jornalismo II

ALEX TRIGO (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Faço minhas as palavras do Dr. Marcos Alves Pintar, acrescentando que também não há qualquer indicação das regiões pesquisadas ou das datas da realização da pesquisa. Aliás, busquei maiores informações no próprio site do Ibope e não encontrei.

Confiabilidade

Jorge Andreotti (Advogado Autônomo - Trabalhista)

A pesquisa realizada é tão séria, que o nome do Candidato Sergei Cobra Arbex, foi escrito de forma errada. Muito Confiável.

A turma é a mesma

S. Queiroz (Outros)

M a r c o s.
D a.
C o s t a.
-
para a advocacia.

Desagravo a criminoso

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Por outro lado, ainda há pouco eu analisava também os autos do processo 0015697-55.2012.4.03.6100, em curso pelo TRF3. No referido feito, julgado procedente em primeira instância, um juiz federal acusa a OAB de Marcos da Costa e seu grupo de deferirem desagravo público a um advogado que, de acordo com o juiz, agrediu verbalmente o magistrado e acabou sendo condenado criminalmente por injúria, com sentença transitada em julgado. Pelo que consta o advogado condenado é um dos bajuladores do grupo de Marcos da Costa, e assim a OAB deferiu desagravo público a um criminoso, completamente fora das hipóteses legais, enquanto nega a assistência a diversos outros advogados que realmente foram ofendidos em suas prerrogativas. A Ordem foi condenada em primeira instância a cancelar o pedido de desagravo, com um prejuízo incalculável a todos nos advogados honestos, que precisam do instituto do desagravo como ferramenta de defesa de nossas prerrogativas. Creio que todo mundo conhece melhor do que eu todos os fatos discutidos no processo 0015697-55.2012.4.03.6100. Quem não conhece, e diz que a gestão de Marcos da Costa e daqueles que o antecederam imediatamente foi boa, que se abstenham de opinar ou votar, em benefício da própria classe pois a grande maioria dos colegas paulistas não merece suportar os prejuízos daqueles que opinam sem saber.

Omissão permanente

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Ainda há pouco eu visualizava as peças do processo 1014449-76.2014.8.26.0576 em curso pelo Superior Tribunal de Justiça. Consta que a OAB/SP, comandada por Marcos da Costa e seu grupo, negaram pedido de assistência da Ordem no referido feito, tendo em vista honorários aviltantes fixados tanto pelo juiz de primeiro grau como pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. O motivo da negativa é desconhecido, mas o Conselho Federal da OAB ingressou e foi admitido no referido processo no Superior Tribunal de Justiça, atuando em favor da classe. Esse e outros casos nos mostram que a grande falha da atual gestão da OAB/SP vem sendo a total e completa omissão na defesa das prerrogativas da classe. Para a gestão atual da OAB/SP, mais interessa manter bom relacionamento pessoal com juízes, membros do Ministério Público e autoridades em geral do que brigar pelos direitos de nossa classe. E, assim, esse pessoal não tem o meu voto, nem certamente dos colegas advogados sérios, que atuam de forma independente e não esperam favores pessoais de ninguém.

Chega de Continuismo!

Caio Soares (Advogado Autônomo)

Favorito ao que, se pela pesquisa ele perde até para quem não sabe em quem votar?! Chega desse continuísmo. Não ao 3º mandato! Eles transformaram a OAB num feudo, MC e seus asseclas não concordam com a pluralidade de ideias!

Marcos da costa!

Washington Rodrigues de Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Vou de Marcos da Costa!
Tem feito uma administração irrepreensível!
Colocou a OAB/ SP de volta ao protagonismo no debate das pautas sociais, além da luta incessante em prol das prerrogativas advocatícias!

Estranho

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Curiosamente, a pesquisa parece em um primeiro momento estar disponível somente aqui na CONJUR.

Isenção no jornalismo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Reportagem bem estranha. De início, é possível se verificar que nada foi dito na mídia especializada a respeito de eventuais chapas de oposição. Embora eu me considere alguém bem informado, nunca ouvi dizer nos últimos meses quem faria oposição ao grupo de Marcos da Costa. Por outro lado, tendo em vista essa situação (ausência de nome cotados na oposição) a reportagem não esclarece quem encomendou essa pesquisa, nem a metodologia usada. Não sei se o grupo de Marcos da Costa participou ou encomendou a pesquisa, ou influiu de alguma forma na reportagem mas, caso houve alguma participação, essa por si só já é motivo para não votarmos no referido grupo.

Não sabia!

Neli (Procurador do Município)

Não sabia que tem eleição este ano. Que o melhor vença!

Comentar

Comentários encerrados em 24/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.