Consultor Jurídico

Notícias

Liberdade de expressão

Ministro do TSE mantém no ar postagem que acusa Haddad de defender incesto

Comentários de leitores

8 comentários

Não entendi!

Neli (Procurador do Município)

A publicação é correta?
Se for, a r. decisão está perfeita.
A publicação é incorreta?
Se for, ultrapassou a parte da Hipérbole eleitoral (mentiras eleitorais), e o Judiciário tem o poder/dever de retirar.
Hipérbole eleitoral é justificável nas eleições. Diz o político: dia primeiro de janeiro todos os brasileiros serão lindos e magros.
Não irá cumprir, mas, se justifica.
Ou: a partir de primeiro de janeiro todo brasileiro será culto e sábio.
Perfeito! Hipérbole eleitoral.
Ou ainda: a partir de primeiro de janeiro o Brasil se transformará num Paraíso.
Justo! Hipérbole.
Se numa campanha um candidato insinua a homossexualidade do outro. Absurdo. Mas, tudo bem.
Se o outro candidato insinua que seu oponente é ateu. Tudo bem.
O que não pode é inventar algo em que o candidato não o fez.
Por exemplo: em 1500 o candidato furtou a Carta de Pero Vaz.
Aí, com a devida vênia, caberia ao TSE zelar pela lisura do processo eleitoral: eliminando essa propaganda que pode induzir o eleitor ao erro.
Se o candidato defendeu o incesto: perfeita a r. decisão.
Não defendeu?
Data vênia, erra o douto ministro.
Digo imparcialmente, porque agora no segundo turno não sou nenhum dos dois .
Por fim, em meus mais de quarenta anos de direito,nunca consegui compreender a existência de tribunais eleitorais.

Analfabetismo funcional

Nadjara Régis (Advogado Autônomo - Administrativa)

É tão oportuno exerce o analfabetismo funcional na democracia...

Além do fundo do poço

DrCar (Advogado Autônomo - Civil)

Pobre nação brasileira.... O PT e sua corja fizeram desse paraíso um verdadeiro inferno de miséria, pobreza, recesso, retrocesso. As ideologias destruiram a instituição família, tudo de pernas pro alto, sem eira nem beira. Contestam até que macaco é macaco e viado é viado. Acorda povo, passou da hora de execrar, afastar e banir essa sigla e seus adeptos, numa terra abençoada por Deus não cabe essa trupe.

Concordo com antonio gomes silva (Outro)

MarcolinoADV (Advogado Assalariado)

Segundo o astrólogo, "...Haddad quer que os meninos comam suas mães."

Diz a decisão que "não houve transgressão comunicativa, violadora de regras eleitorais ou ofensiva a direitos personalíssimos".

Se isso não viola direitos personalíssimos, o que viola, então?

Já que está garantida a liberdade de expressão: que m*@# de decisão.

O mesmo TSE que disse não ter havido desequilíbrio naquela entrevista de comadre realizada com certo candidato enquanto os demais participavam de um debate.

Estamos, de fato, a caminho do abismo.

Pedido sem fundamento

Leo034 (Estagiário)

Quer dizer então que ler um texto e descrever o conteúdo dele nas redes sociais é espalhar informações caluniosas? Esse pedido só poderia mesmo ter vindo do candidato que defende o "controle social da mídia". Correta decisão do TSE.

Venezuela

CEB (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

Como disse Conrado Mendes, o caminho ao fetiche da Venezuela é pela direita, e nosso dileto ditadorzinho Jair nos oferece o mapa e nos leva pelas suas mãos. E o Salomão acha que vai ter salvo conduto...

Ler faz bem

VictorH (Administrador)

Antonio, desculpe mas acho que o Sr. tem algum problema de interpretação de texto. Olavo não "acusou" ninguém, ele fez uma análise crítica de uma obra escrita POR HADDAD. Discordar ou concordar com esta análise, faz parte da democracia e da liberdade de expressão. Inclusive foi esta a leitura do magistrado na ação.

Estamos no fundo do poço, mas dá pra ir mais fundo

antonio gomes silva (Outro)

Então acusar uma pessoa de que é favorável ao incesto, favorável a "comer a mãe", não é ofensa, é liberdade de expressão/opinião. O Brasil foi tomado por uma onda reacionária e sem vergonha, despudorada, que atinge todos os segmentos, dos mais altos aos mais baixos da escala social. Como disse Brecht, "a cadela do fascismo está sempre no cio". É isso o que ocorre hoje: em todos as classes, todos os postos, há sempre indivíduos prestes a assumir o ideário nazifascista e lutar contra os inimigos imaginários criados pela elite: ontem Cuba e o comunismo; hoje Venezuela e o PT. Pobre gente brasileira, ludibriada por essa aqueles que virão tomar o poder, deturpa-lo, usa-lo contra as minorias, contra os pobres, aproveitando-se da ingenuidade (e da burrice e ignorância) de muitos. Será que a imprensa e parte do Judiciário que ajudou a criar o monstro se mexerão para detê-lo? Ou se aliará ao inimigo, por sobrevivência? Pelo visto não há espaço para todos. O Brasil entrou em rota descendente, sem previsão de retorno!

Comentar

Comentários encerrados em 23/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.