Consultor Jurídico

Notícias

Justiça de paz

PEC quer possibilitar que advogados celebrem casamentos

O deputado André Amaral (Pros-PB) apresentou uma proposta de emenda à Constituição (PEC 424/18) que permite que advogados celebrem casamentos. 

A PEC prevê que o bacharel em direito, habilitado pela Ordem dos Advogados do Brasil, também poderá integrar a justiça de paz. Segundo o deputado, a Constituição já estabeleceu que cidadãos leigos façam parte da justiça de paz quando eleitos por voto direto, secreto e universal para um mandato de quatro anos. 

“Se um leigo pode celebrar casamentos e até mesmo fazer conciliações, por que o advogado, conhecedor em profundidade da lei, não poderia?”, questiona o parlamentar.

A PEC deverá ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) quanto à sua admissibilidade. Se aprovada, será examinada por uma comissão especial e, depois, votada em dois turnos pelo Plenário. Com informações da Agência Câmara.

Clique aqui para ler a íntegra.
PEC 424/18

Revista Consultor Jurídico, 13 de outubro de 2018, 10h45

Comentários de leitores

2 comentários

Advogados

O IDEÓLOGO (Outros)

Cada vez mais esses engravatados dominam a vida social.

Bananolândia

J. Henrique (Funcionário público)

Isto é importante?

Comentários encerrados em 21/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.