Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dentro dos padrões

Com eleição acirrada, OAB-MG divulga nota sobre apuração dos votos

A Comissão eleitoral da OAB de Minas Gerais divulgou nota de esclarecimento sobre a eleição para presidência da seccional, que aconteceu no último sábado (24/11). De acordo com o texto, a votação “transcorreu dentro dos padrões de normalidade”.

O posicionamento acontece após a seccional registrar disputa acirrada, em que o advogado Raimundo Cândido Jr., conhecido como Raimundinho, foi eleito por diferença de apenas 111 votos, recebendo 18.076 votos. Em segundo lugar ficou o advogado Sérgio Murilo, com 17.965 votos, seguido de Sérgio Leonardo, que recebeu 15.466 votos.

Logo após a divulgação dos resultados, Sérgio Murilo afirmou "a comissão eleitoral se trancou no CPD da OAB e novos 'resultados' foram divulgados". O resultado, para ele, "representa uma vergonha para a advocacia". 

A nota da OAB-MG diz que cada uma das três chapas pôde indicar fiscais para acompanhar o processo de apuração e que eles receberam uma cópia impressa dos boletins das urnas.

Diante dos questionamentos, uma das medidas adotadas para dar transparência ao processo será divulgar todo o material no site da OAB. Os documentos serão escaneados e devem ser divulgados em breve, diz a nota.

Leia a nota:

No sábado (24/11), ocorreram as eleições da OAB/MG em todo o estado para a escolha dos dirigentes para a gestão do triênio 2019/2021. A votação aconteceu das 8 às 17 horas e transcorreu dentro dos padrões de normalidade. Concorreram à direção seccional mineira três chapas: chapa 1 - OAB Vanguarda, chapa 2 - OAB Mais Forte e chapa 3 - Nova OAB.Durante todo o processo, as chapas tiveram participação ativa na fiscalização das eleições, com o acompanhamento de fiscais indicados por cada chapa, em todas as seções de votação. A apuração foi feita pelos próprios mesários, facultada a presença desses fiscais, e as atas e boletins foram assinados pelos representantes das chapas que estavam presentes, sem que houvesse nenhum questionamento ou impugnação de urna.

O material foi encaminhado para a central de processamento de dados da OAB/MG para a totalização dos votos. Os fiscais indicados por cada uma das três chapas acompanharam presencialmente todo o processo e receberam cópia impressa dos boletins de urnas de todo o estado.

O resultado final da votação da seccional mineira foi proclamado pela Comissão Eleitoral somente após a finalização da apuração total dos votos, no plenário da OAB/MG, após as 23 horas. A chapa eleita foi OAB Mais Forte com 18.076 votos, seguida pela chapa OAB Vanguarda com 17.965 votos e da chapa Nova OAB com 15.466 votos.

Para dar total transparência de todo o processo eleitoral da OAB/MG, a Comissão Eleitoral irá escanear todas as atas e boletins de votação e disponibilizará todo o material no site da instituição o mais breve possível. A Comissão Eleitoral da OAB/MG trabalha dentro dos mais rígidos preceitos da ética, da legalidade e da transparência, visando garantir a lisura de seus processos eletivos e o livre direito de escolha dos dirigentes da advocacia mineira.

Revista Consultor Jurídico, 28 de novembro de 2018, 19h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.