Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Quer reclamar ou argumentar?

Flávio Ramos (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Não li seu texto. Parei no "toscos, rasteiros e obscurantistas" - se vinha coisa melhor depois, ficou ignorada, mas um leitor otimiza seu tempo a partir das primeiras impressões.

"Só que a faxina agora será muito mais ampla."

WLStorer (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A Escola sem Partido faz parte da ampla faxina prometida por Bolsonaro. Simples assim.

Hoje nas Escolas apenas se ensina sobre comunismo, socialism

analucia (Bacharel - Família)

parabéns aos juristas que combatem os comunistas nas salas de aula e que tentam doutrinar alunos.

Lastimável

Ivo Lima (Advogado Assalariado)

Mais um 'artigo jurídico' publicado no portal Conjur absolutamente lastimável. Os 'argumentos' do autor em nada refletem o teor do projeto de lei. Pelos comentários dos demais leitores, fico feliz em saber que essa tentativa de proselitismo está escancarada - e rechaçada.

A agonia do pensamento único

Eududu (Advogado Autônomo)

Perfeito o comentário de Joaquim Augusto Lopes Oliveira (Advogado Associado a Escritório).

A grita cínica e desonesta que tenta atacar o projeto Escola Sem Partido é mais uma das inúmeras provas da pertinência e necessidade do projeto. É a agonia do pensamento único.

Inacreditável

Wendell Aviz (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

É inacreditável o que acabo de ler! Sinceramente perdi alguns minutos da minha vida lendo (e rindo) de tanta bobagens.
O projeto é bastante claro quando tem por objetivo alcançar a imparcialidade, deixando de lado a doutrinação injusta que vem ocorrendo.
Quero ver se fosse o contrário, professores doutrinando a favor de bolsonaro. E ai, Autor? Ainda será contra?

Mais um produto da doutrinação ideológica

Joaquim Augusto Lopes Oliveira (Advogado Associado a Escritório)

Em nenhum momento o projeto fala em censurar professores ou "educadores", mas fazer com que nas escolas e, especialmente, nas Universidades, locais onde deveriam prevalecer a diversidade das idéias, seja discutido não apenas o pensamento único marxista, mas todos os grandes pensadores que discordam de Marx, tais como, Roger Scruton, José Guilherme Merquior, Roberto Campos, Raymond Aron, Karl Popper, Adam Smith... Ou seja, a outra face. É comum nossos jovens ostentarem suas camisetas de Che Guevara no Campi universitário, achando que com isso estão defendendo a liberdade, a "justiça social", coisas do tipo, fato que mostra como a doutrinação esquerdista tomou conta do ensino no País. Os pobres alunos são vítimas do pensamento único instalado na educação brasileira, tal qual o articulista que, sem se dar conta, é também mais uma vítima do pensamento único que grassa a universidade brasileira.

Reação

O IDEÓLOGO (Cartorário)

A Escola Sem Partido constitui a reação às teorias adotadas pela esquerda brasileira, todas baseadas em Karl Marx, Engels, György Lukács, A. Gramsci e até, mesmo, no marxismo japonês, representado por Hiromatsu Wataru.
Em algumas cidades do Brasil, livrarias com obras, exclusivamente marxistas, foram instaladas nas respectivas periferias, nas quais, até mesmo obras com preço de R$ 1,00 como "O Legado Filosófico de Hegel", de José Barata-Moura, foram oferecidas aos interessados e não interessados.
O pensamento de esquerda no Brasil é mais organizado e estruturado que aquele da direita. Olavo de Carvalho perante Paulo Freire, conhecido internacionalmente e reverenciado, é um anão.

Escola sem partido

Professor Edson (Professor)

O articulista quer derrubar uma suposta ideologia vomitando outra, precisamos de pessoas capacitadas e idôneas para discutir o assunto e não de militantes esquerdistas lunáticos.

Comentar

Comentários encerrados em 4/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.