Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Soluções negociadas

Seminário sobre acordos de leniência será transmitido ao vivo

A sucessão de escândalos que envolveu agentes públicos e empreiteiras teve mais consequências além de prisões e notícias bombásticas. Segundo o Tribunal de Contas da União, já são mais de 12 mil obras paradas — muitas delas pela falta de acordos de leniência entre as empresas e o governo.

A decisão anunciada do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PLS), deve mudar esse quadro. “Vamos desamarrar o Brasil”, avisou ele no seu discurso de vitória. A questão, agora, é saber como se desatará esse nó.

Na segunda-feira (26/11), um seminário reunirá os principais protagonistas da epopeia que se espera nesse campo. Um deles é o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, que já criou um comitê para destravar obras paradas por decisões judiciais.

Participarão também o atual e futuro ministro da CGU, Wagner Rosário; a atual Advogada-Geral da União, Grace Mendonça, e o seu sucessor, André Mendonça; o ministro do TCU Bruno Dantas; o subprocurador-geral da República Nicolao Dino; o americano Ben O’Neil, que foi procurador do Departamento de Justiça dos EUA; e outros importantes nomes do setor, incluindo advogados e empresários.

O evento, promovido pelo site Consultor Jurídico, será transmitido ao vivo a partir das 15h de segunda-feira. Clique aqui para assistir.

Veja quem serão os palestrantes do evento:

Primeira Mesa / das 15h às 17h
Dias Toffoli (STF)
Wagner Rosário (CGU)
Emir Calluf (J&F)
Grace Mendonça (AGU)
Valdir Simão (advogado, ex-CGU)
Bruno Dantas (TCU)
Igor Tamasauskas (advogado)

Segunda Mesa, das 17h às 19h
Napoleão Nunes Maia (STJ)
José Antunes Sobrinho (Engevix)
André Mendonça (futuro AGU)
Walfrido Warde (advogado)
José Figueira (PwC)
Nicolao Dino (MPF)
Ben O’Neil (advogado EUA)

Revista Consultor Jurídico, 23 de novembro de 2018, 21h36

Comentários de leitores

1 comentário

Esquisita coincidência!

Justiça Fiscal (Outros)

Os mesmos personagens que participaram do fatídico acordo de leniência na CGU agora se encontram para participar de um seminário, visando um suposto estudo científico da matéria.
Do nada, tão logo foram nomeados os novos CGU e AGU temos esse encontro 'científico' para dar ares de honestidade, eficiência a acordos de leniência que o TCU suspendeu.
Estou com medo do governo Bolsonaro! Ou Bolsonaro é o que dizia não ser ou é e se esconde atrás de uma máscara de honestidade.

Comentários encerrados em 01/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.