Consultor Jurídico

Notícias

34 milhões de pessoas

MP-DF vai investigar suposto vazamento de banco de dados da Fiesp

Por 

O Ministério Público do Distrito Federal instaurou, por meio de portaria publicada nesta quinta-feira (22), inquérito civil público para investigar suposto incidente de segurança envolvendo banco de dados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

De acordo com o MP, a maior coleção de dados continha informações de 34,8 milhões de brasileiros. Os dados pessoais estavam disponíveis em um banco de dados aberto e não criptografado do Elasticsearch, com possibilidade de amplo acesso público. No dia 12 de novembro, a descoberta foi feita pelo pesquisador de segurança Bob Diachenko, que entrou em contato com a Fiesp.

Serão apuradas as circunstâncias do suposto incidente de segurança e as responsabilidades pelos danos eventualmente causados. Os dados pessoais estavam disponíveis em um banco de dados aberto e não criptografado. Foram expostos dados pessoais como nome, RG, CPF, sexo, data de nascimento, endereço, e-mail e telefone.

Em nota, a Fiesp informou que  está apurando eventual acesso a sua base de dados cadastrais por uma empresa que alega ser de segurança digital. “Nesta base há somente dados cadastrais, não contendo informações sensíveis e nem senhas. Não há, até o momento, notícia de que qualquer informação pessoal do cadastro tenha sido exposta. A FIESP reforça o seu compromisso de sempre zelar pela segurança de seus ambientes”, afirma a nota.

 Clique aqui para ler a ação.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de novembro de 2018, 11h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.