Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Edição 2018

Pinheiro Neto é eleito banca full service mais admirada pelo Análise Advocacia 500

O Pinheiro Neto Advogados foi eleito pelo segundo ano consecutivo como o mais admirado escritório de full service do Brasil pelo anuário Análise Advocacia 500. Em seguida estão, nessa ordem, Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados, Demarest Advogados, Machado, Meyer e Tozzinifreire Advogados.

Nas bancas especializadas, a líder entre as mais admiradas foi a Magalhães e Dias Advocacia, que atua no ramo de comércio internacional. Na sequência estão GCA - Grinberg Cordovil Advogados, Pinheiro Guimarães Advogados, Wald, Antunes, Vita, Longo e Blattner Advogados e Ferro, Castro Neves, Daltro e Gomide Advogados.

Na categoria abrangente o primeiro lugar ficou com Chaves, Gelman, Machado, Gilberto e Barbosa Sociedade de Advogados. Em seguida vem L.O Baptista Advogados, Rolim Viotti &Leite Campos Advogados, Ulhôa Canto Advogados e Dannemann Siemsen

Número de advogados 
O escritório com  o maior número de advogados é novamente Nelson Willians & Advogados Associados, que possui 1.434 advogados (48 sócios e 1.386 não sócios). Logo em seguida vem Siqueira Castro Advogados — mas é a banca tem o maior número de causas, com 625 mil.  Logo em seguida vêm Tozzinifreire com 536 advogados, Mattos Filho com 514 e Pinheiro neto com 486 advogados. 

Novidades na pesquisa 
A edição de 2018 do anuário Análise Advocacia 500, que começa a circular nesta terça-feira (13/11), traz novidades na pesquisa: a reformulação de duas especialidades do Direito e a inclusão de outras sete, passando a 19 áreas analisadas. A modernização da pesquisa deu espaço a 78 escritórios de advocacia e 230 advogados que não estariam na lista dos eleitos.

Na edição de 2018, Direito Trabalhista e Previdenciário são pesquisados de forma distinta, além da atualização da área de regulatório, que incorporou infraestrutura. Neste ano, regulatório já se destaca entre as novas especialidades pesquisadas e está entre as dez com maior número de indicações, ante as tradicionais áreas do levantamento: 228 escritórios e 409 advogados, sendo que 84 escritórios e 97 advogados pontuaram o suficiente para estarem entre os mais admirados do país.

A Análise Editorial promoveu estudos e simulações para a inclusão de novas áreas, refletindo o atual cenário da advocacia brasileira. As especialidades estreantes são agrário, arbitragem, concorrencial, digital, imobiliário e previdenciário, agora independente. E a área de compliance — que pode não ser considerada uma especialidade do Direito para alguns profissionais — apresenta números expressivos na votação, com 53 bancas e 50 advogados eleitos.

Outra novidade é que alguns rankings podem apresentar mais de três patamares de classificação entre os mais admirados, retrato do amplo contingente de votos que por vezes podem ficar mais dispersos, em especial quando há empates. Os rankings, neste ano, podem chegar até o quinto patamar.

A pesquisa para a 13ª edição do Análise Advocacia 500 é a mais completa até agora. Nesse levantamento, foram feitas 1.064 entrevistas com os executivos das maiores companhias do país. Os entrevistados representam empresas com sede em 21 estados, que atuam em 36 setores da economia. Os cinco setores com maior número de mencionados são, em ordem decrescente: comércio; alimentos, bebidas e fumo; siderurgia e mineração; construção e engenharia; e transporte e logística. As empresas de comércio, entrevistadas na edição, indicaram o maior número de escritórios e advogados em cível, trabalhista e tributário.

Ao todo, mais de 1,8 mil escritórios foram citados na pesquisa deste ano e quase 5 mil advogados receberam pelo menos um voto. A edição de 2018 reúne 937 escritórios brasileiros de advocacia e 2.015 advogados eleitos como mais admirados, categorizados entre full service, abrangente e especializado. Em seu primeiro ano, em 2006, a publicação trouxe uma lista de 57 escritórios e 63 advogados reconhecidos.

*Texto alterado às 12h19 do dia 23/11/2018 para correção

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de novembro de 2018, 18h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/11/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.