Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segurança da informação

TSE envia à PF informações sobre invasão a sistema e roubo de dados

Por 

O Tribunal Superior Eleitoral encaminhou à Polícia Federal informações sobre uma tentativa de invasão a seus sistemas e anunciou a abertura de uma sindicância para apurar os fatos. A PF já toca um inquérito sobre o caso.

Os invasores tiveram suposto acesso a informações e dados sigilosos do tribunal, além do login do ministro Sérgio Banhos e do chefe de TI da corte, Giuseppe Janino, o responsável pela segurança digital das urnas eletrônicas.

Além disso, hackers dizem ter invadido o sistema Gedai-UE, que é o gerenciador de dados, aplicativos e interface com a urna, que fornece às equipes dos cartórios eleitorais e dos Tribunais Regionais Eleitorais o suporte de software necessário à carga das urnas eletrônicas.

A invasão foi revelada ao TSE pelo site TecMundo, após ter sido avisado pelo suposto hacker do acesso remoto a um dos equipamentos ligados à rede da corte eleitoral.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 9 de novembro de 2018, 16h03

Comentários de leitores

2 comentários

A ditadura da urna eletrônica

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Dois canais do youtube que divulgaram vídeos de pessoas que foram votar e houve falhas nas urnas eletrônicas como, por exemplo, apertar a tecla com o número 1 e logo aparecer a foto de Haddad, ou apertar o 17 e aparecer a foto de Bolsonaro, porém na hora de confirmar, a urna não confirmava o voto e muitas outras irregularidades como o transporte e manuseio de urnas por pessoas não autorizadas. Tudo isso foi filmado por eleitores de diferentes Estados do Brasil e o Canal Universo (de São Paulo) e o Canal Mourão Intervencionista (de Santa Catarina) sofreram representação na Justiça Eleitoral, sendo que o MP Eleitoral quer que os vídeos sejam removidos, sob pena de multa diária de R$ 10.000,00. É isso, não vão apurar se houve fraudes, vão eliminar todos os vestígios dela. Pode me processar também.

Os ignorantes tinham razão!

Eududu (Advogado Autônomo)

Mas até outro dia as urnas eletrônicas e os sistemas da Justiça Eleitoral não eram perfeitos, infalíveis e imune às fraudes?

https://www.conjur.com.br/2018-out-14/ignorancia-explica-boatos-fraudes-juiza-eleitoral

https://www.conjur.com.br/2018-out-21/pf-divulga-balanco-investigacoes-eleitorais-tse-defende-urna

https://www.conjur.com.br/2018-out-27/opiniao-teoria-conspiracao-impossivel-fraudar-urnas-eletronicas

https://www.conjur.com.br/2018-out-28/agu-derruba-acoes-questionavam-seguranca-urnas-eletronicas

E agora? Cadê a Presidente do TSE para dizer que tudo é Fake News? Deveria se retratar em rede nacional. Mas estamos no Brasil, né?

Ver todos comentáriosComentar