Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Estado de direito

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

O fato é que o fortalecimento institucional e democrático, de qualquer instituição não pode afrontar justamente o Estado, sobretudo quando alinhada com a militância ideológica forjada pelo bolivarianismo, que primeiro se utiliza das instituições formais e, depois as destrói [naturalmente, por serem ‘burguesas’].

Assim, a independência e a liberdade, não podem ser sacrificadas pelos seus próprios integrantes quando enveredam para movimentos paredistas ou de qualquer outro viés que afrontam justamente o Estado de Direito.

MEMÓRIA auto destruitiva:

"Os ativistas judiciais são nada menos que radicais em vestes - desdenhosos do estado de direito, subvertendo a Constituição à vontade e usando sua confiança pública para impor suas preferências políticas à sociedade. Na verdade, nenhum movimento político radical foi mais efetivo em minar nosso sistema de governo do que o judiciário. E com cada mandato da Suprema Corte, mantemos a respiração coletiva esperando que os juízes não façam mais danos, sabendo muito bem que decepcionarão. Tal é a natureza da tirania judicial. "
- MARK R. LEVIN , Men in Black: como os juizes estão destruindo a América

Valores

Holonomia (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

O artigo traz a tona valores esquecidos.
Nossa visão de mundo carece melhorar, para compreendermos o que é o Estado de Direito e a importância de juízes nesse contexto social.
No Estado Constitucional, então, o conteúdo da chamada democracia é controlado, a partir da Constituição, pelos magistrados, especialmente os da mais alta corte de Justiça, e não pelo legisladores.
Infelizmente, realmente, o sindicalismo de toga pode perder o rumo, fugindo da realidade e da importância também simbólica da imagem da magistratura.
www.holonomia.com

Linha de Produção

senso incomum e outras (Advogado Assalariado - Empresarial)

Tanto fizeram que hoje os os Juízes cumprem jornada de trabalho rígida.
Hoje não se vê mais, Juízes levando processos para casa ou sentenciando fora do horário de expediente.
Hoje Juízes terceirizam a elaboração de sentenças, se limitam a assina-las.
Juízes apenas presidem as audiências de instrução, estamos vendo terceiranistas de direito sentenciando em processos complexos.
O que não dizer das audiências públicas no Judiciário. Nos tribunais Desembargadores tomam conhecimento do seu voto somente na sessão de julgamento.
Antes toda decisão era justificada pelo " princípio da dignidade da pessoa humada", agora as decisões mais absurdas são justificadas pela "princípio da moralidade pública".
Juízes dizem decidir atendendo o clamor popular pelo fim da corrupção; mas defendem o recebimento do "auxilio moradia" mesmo residindo em imóvel próprio na localidade em que trabalham.
Há situações em que o casal recebe o referido benefício e duplicidade.
Em nome da Lava Jato tudo é permitido e tudo é justificado.
Não conseguem acabar com a morosidade judicial, inicie o cumprimento da pena após o julgamento em segunda instância. O Peluso, ainda sugeriu a Edição de uma EC para tratar do assunto, não ousou violentar a constituição pela simples interpretaçãovoluntarista.

Patuscada do sindicalismo de toga

Renato Adv. (Advogado Autônomo - Civil)

País não pode ser prejudicado pela patuscada do sindicalismo de toga. = = O Brasil Necessita de Muitos e Muitos Juízes e Desembargadores "Fábio Prieto, Juiz Moro"
Parabéns pelo recado e pela Matéria muito clara e objetiva.
Quem sabe aprenderam com a CUT e PT. Salvem o Brasil.

Preclaro articulista...

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

esperamos que leve a julgamento o quanto antes as causas eleitorais das quais é relator... há processos aguardando há meses... sabemos que o articulista é sério e trabalhador... por isso, aguardamos providências!

Comentar

Comentários encerrados em 22/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.