Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Só li o primeiro parágrafo

Holonomia (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

e parei de ler o texto, porque o nível de alienação ideológica é suficiente para ver que o referido raciocínio falho não tem volta.
www.holonomia.com

Instituições fortes dependem de homens comprometidos...

Zé Franciscano (Outros)

Não seria capaz de apontar um marco seguro do momento exato em que a nossa Carta Cidadã deixou de cumprir com seu papel de garantidora de direitos e nem quando a Suprema Corte abandonou a missão de neutralizar os conflitos sociais para assumir o papel de protagonista e indutora da política nacional, com excessivas doses de moralismos. Mas concordo que após a queda de Dilma as normas constitucionais aparentam estar a cada dia mais flexíveis. Independentemente disso, devemos assumir as consequências das escolhas que fizemos (ou deixamos de fazer) no passado. Os homens (e mulheres) que ocupa(ra)m o poder com a nossa permissão esticaram a corda demais... O resultado é essa aberração que vemos todos os dias. A julgar pelas recentes decisões do Min. Barroso percebe-se nitidamente que sua Excelência não reconhece a “legitimidade” do presidente Michel Temer, que se manteve no cargo graças a um conchavo político formado por uma frente parlamentar majoritária no Congresso, que, embora odiosa, foi eleita “democraticamente” pelo povo, ou seja, os mesmos parlamentares que arrancaram a presidente Dilma de seu cargo, a qual também foi eleita "democraticamente" no mesmo esquema daqueles parlamentares. A conta desse acordo maldito para o país chega a todo momento e a última delas veio na forma do malfadado indulto natalino, que pretendia perdoar os crimes de alguns figurões delinquentes da República que foram capturados a duras penas pela lava-jato. E aí, pergunto-lhes: Assistimos passivamente a tudo isso aguardando que a salvação venha dos próximos eleitos? Confiamos em juízes como G. Mendes, Lewandowski, Toffoli etc. que pregam a defesa intransigente da Constituição na ora que lhes convém? De que adianta uma CF magnifica nas mãos de homens descomprometidos?

Sociopatologia criminosa

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Parafraseando - é a ideologia, estúpido! [James Carville – “It's the economy, stupid!” - é a economia, estúpido!]

Está no manual [da barbárie]:

“Fica pois clarissimamente demonstrado:
a) que a partir de agora todos os males devem ser atribuídos exclusivamente à atual ordem social, que já não se adapta mais à situação;
b) que já existem os meios de eliminar completamente esses males, mediante a instauração de uma nova ordem social.
....
A democracia seria inteiramente inútil ao proletariado se não fosse imediatamente empregada como meio para obter toda uma série de medidas que ataquem diretamente a propriedade privada e assegurem a existência do proletariado. As principais dessas medidas, que já resultam como conseqüências necessárias da atual situação, são:
1) Limitação da propriedade privada mediante impostos progressivos, fortes impostos sobre as heranças, supressão dos direitos hereditários em linha colateral (irmãos, sobrinhos, etc), empréstimos obrigatórios, etc.
2) Expropriação gradual dos proprietários fundiários, fabricantes, proprietários de ferrovias e armadores navais, em parte mediante a concorrência das indústrias do Estado, em parte diretamente, mediante indenização em hipotecas. ....” ENGELS, Friedrich - in Princípios do comunismo.
E, assim operam os ‘salvadores’ da humanidade, eufemismo para destruição e barbárie.

Dr. Jorge Folena de Oliveira, um aparte

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Partindo do mais recente para o mais remoto, o impeachment de Dilma Rousseff veio em decorrência de inúmeros fatores, sendo um deles, e muito intenso, as manifestações populares de 2013, em todo o País, reunindo MILHÕES de pessoas nas ruas de capitais e cidades do interior e aglomeração de multidões na Praça dos Três Poderes a exigir eficiência e transparência na gestão pública. A ex "Presidenta" não atendeu às reivindicações , subestimando o povo brasileiro com "programas" e "políticas públicas" suspeitas e duvidosas, mas anunciadas como grandes realizações. Se hoje os militares estão nas ruas fazendo o trabalho das polícias, é porque os governos de Dilma, Lula e Fernando Henrique DOLOSAMENTE sucatearam as polícias com a finalidade de atingir determinados objetivos que serão ou já estão sendo investigados, só quem trabalha nessas áreas é que pode saber. Os parlamentares (ressalvadas as honrosas exceções) só se preocupam com o "lucro" que irão auferir com seus votos. Uma análise nas leis promulgadas desde 1995 revelará o descaso com a soberania nacional e o desenvolvimento do Brasil. Votam projetos de lei "no atacado", sem ler do que se trata, seguindo a orientação do partido.E Michel Temer JAMAIS poderia ter assumido a Presidência da República, porque fazia parte da mesma coligação da "Presidenta". Por exemplo, o Senador Álvaro Dias levantou essa questão na época do "impeachment". Destroçados o Executivo e o Legislativo, coube ao Poder Judiciário manter a "máquina" funcionando até as próximas eleições. Está contaminado ? Sim, está. E precisa desintoxicar rapidamente e agir rapidamente para sanear as instituições e propiciar eleições livres e idôneas. No meio desses escombros, a boa notícia é que surgiu uma nova instituição a "Operação Lava Jato".

Paulatina desconstituição da CF

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Como disse Josias de Souza, um prontuário com duas denúncias e uma provável terceira, foi visitar a presidente do STF nas sombras da noite, o STF se ajoelha ante o senado e alivia Aécio, A clausula pétrea da presunção de inocência é vergada pelo STF e por aí vai! É, os valores foram atrevidamente invertidos e as instituições estão moralmente falidas.

Comentar

Comentários encerrados em 21/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.