Consultor Jurídico

Colunas

Embargos Culturais

Os canibais brasileiros de Montaigne e os paradoxos da civilização

Comentários de leitores

4 comentários

Vamos com calma...

Afonso de Souza (Outros)

Uma aldeia não é como um país. Uma tribo (e há muitas) não é como uma sociedade complexa.

Montaigne

O IDEÓLOGO (Outros)

Michel Eyquem de Montaigne (Castelo de Montaigne, 28 de fevereiro de 1533 — Castelo de Montaigne, 13 de setembro de 1592) foi um jurista, político, filósofo, escritor, cético e humanista francês, considerado como o inventor do ensaio pessoal. Nas suas obras analisou as instituições, as opiniões e os costumes, debruçando-se sobre os dogmas da sua época e tomando a generalidade da humanidade como objeto de estudo.
Ele criticou a educação livresca e mnemônica, propondo um ensino voltado para a experiência e para a ação. Acreditava que a educação livresca exigiria muito tempo e esforço, o que afastaria os jovens dos assuntos mais urgentes da vida. Para ele, a educação deveria formar indivíduos aptos ao julgamento, ao discernimento moral e à vida prática (Fonte Wikipédia).

O homem sem memoria.

wilhmann (Advogado Assalariado - Criminal)

O ideologismo silvícola que nos foi furtado paradoxalmente bem poderia ter persistido na genealogia tupiniquim; aí, quiça, nos confortariam das mil mazelas que temos e que procuramos cotidianamente dissipar. É um vexame que um ideal sequer indianista não carregamos nos macrófagos celulares. Mais calamitoso: é o fato de um alienígena ter produzido um "raio X" da nossa ancestralidade, tão profundo, enquanto que nós tratamos aqueles como preguiçosos sem examinar quão profunda era a epistemologia indiana. LOUROS ao articulista por nos fazer refletir com os excertos tão habilmente coletados, cujos coletores mais humanos, mais antigos, poucos povoam nossas matas hodiernamente.

Aplausos para o Dr. Godoy !!!!

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Artigo magnífico. Nada teria a acrescentar, só especular. Por acaso, ontem mesmo, descobri no youtube um novo canal ou novos canais, uma vez que o responsável pelo canal indicou outros canais nos quais fez a pesquisa. Trata-se do canal brasileiro "além da nuvem". É interessantíssimo, pois esse canal investiga o nosso passado e já postou vídeos sobre a História do Brasil e do mundo em diversas épocas. Como se não bastasse, foi mais fundo nessa pesquisa e, para além da tese de "Eram os Deuses Astronautas", confirmando a Bíblia e outros textos sagrados de outras civilizações antigas, temos a prova material de que os "deuses" eram GIGANTES. Sempre que alguém debateu essa tese, a objeção imediata era "onde estão os ossos gigantes?". Houve até facínoras que fabricaram "ossos gigantes", fraudes bem comprovadas. Persiste a questão "onde estão os ossos?" Resposta, bem debaixo do seu nariz, ou melhor, bem acima da sua cara de bobo. É, pois, é. Um pesquisador saiu pelo mundo com uma ideia na cabeça e uma câmera na mão. E como quem procura acha, ele conseguiu provar a sua teoria, mas nenhuma universidade quis financiar os testes científicos para comprovar, até que Harvard e o Instituto Max Planck apoiaram o projeto, mas ainda não entendem que esteja totalmente "maduro" para ser divulgado. Acontece que ficou provado cientificamente que muitas "montanhas rochosas" que existem pelo mundo, ou simples "formações rochosas" nas quais pessoas pisam diariamente são pessoas e animais "fossilizados". Aliás, esse é o nome do projeto "Mudfossil University". Sim, o "gigante adormecido brasileiro" é um ser vivo fossilizado e está na baía de Guanabara, deitado eternamente em berço esplêndido, ao som do mar e à luz do céu profundo.

Comentar

Comentários encerrados em 19/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.