Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Turnê nacional

Rio de Janeiro receberá primeira caravana de prerrogativas da OAB em 2018

A Caravana Nacional de Prerrogativas do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil vai começar neste ano os trabalhos pelo Rio de Janeiro, na próxima quarta-feira (7/3). Os membros da comitiva vão participar de um desagravo na secional fluminense da entidade em favor de uma advogada negra que, recentemente, foi impedida de entrar no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

Está prevista para acontecer também uma audiência pública para que os advogados relatem violações na região, além de uma visita a São Gonçalo para ver de perto o dia a dia da atuação dos profissionais em órgãos do Judiciário e do Ministério Público na cidade. Nos dias 20 e 21 de março, será a vez do Ceará receber a caravana.

Na caravana de 2017, por exemplo, foram encontradas comarcas de entrâncias inicial no interior de Alagoas sem juízes fixos há anos e funcionando em situação precária.

Revista Consultor Jurídico, 2 de março de 2018, 7h04

Comentários de leitores

2 comentários

E a violação ao direito ao primaodo trabalho?

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por: Vasco Vasconcelos, escritor e jurista. “A violação do direito ao trabalho digno impacta a capacidade da vítima de realizar escolhas segundo a sua livre determinação. Isso também significa “reduzir alguém a condição análoga à de escravo”. (STF). Quero um país sem trabalho análogo a de escravos, o fim da escravidão contemporânea da OAB . Quero o louvar a Rede Globo pela feliz iniciativa de questionar milhares dos seus telespectadores, sobre o destino deste país em fase de putrefação, país dos desempregados e dos aproveitadores que lucram com o desemprego dos seus cativos, com a seguinte chamada: Que Brasil você quer para o futuro? Na qualidade de escritor, jurista e abolicionista contemporâneo, conterrâneo do advogado Luís Gonzaga Pinto da Gama, Luiz Gama, (que não submeteu ao caça-níqueis exame da OAB), patrono da abolição da escravidão no Brasil , gravei e enviei tempestivamente minha resposta denunciando o trabalho análogo a de escravos, a escravidão contemporânea da OAB. Como o espaço de 15’ segundos da gravação é muito pouco para denunciar o trabalho análogo a de escravos, a escravidão contemporânea da OAB, e como tenho quase certeza que minha fala será censurada, resolvi ocupar este espaço democrático para falar do trabalho análogo a de escravos ou seja a escravidão contemporânea da OAB o pernicioso famigerado caça-níqueis exame da OAB, uma chaga social que envergonha o país dos desempregos. Lembrando que o saudoso conterrâneo Luiz Gama, foi durante mais de um século rejeitado pela OAB, que não aceitava como advogado; ele teve seu altruístico trabalho reconhecido por ter defendido 800 escravos. Este jurista está lutando pela libertação de 200 mil cativos daOAB http://www.gentedeopiniao.com.br/imprimir.php?news=177139

Faltou informação

O IDEÓLOGO (Outros)

Qual o motivo de a advogada negra ter sido impedida de entrar no TRT do RJ?

Comentários encerrados em 10/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.