Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Opinião pública

Em pesquisa, maioria afirma ser contra prisão após segunda instância

Prender réus logo após condenação em segunda instância não é o melhor caminho para a maioria dos entrevistados ouvidos pelo instituto Vox Populi, em pesquisa contratada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e divulgada nesta sexta-feira (2/3).

De acordo com o levantamento, promovido entre 24 e 26 de fevereiro com 2 mil pessoas em 18 municípios, 48% das pessoas ouvidas são contra a prisão logo após a decisão por tribunal, enquanto 28% querem ver os acusados presos imediatamente.

Reprodução

A pesquisa indica ainda que, para 46% dos entrevistados, o juiz federal Sergio Moro e demais membros do Judiciário julgam com mais rigor o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em comparação com outros políticos acusados de corrupção, como Michel Temer (MDB) e Aécio Neves (PSDB).

Só 40% entendem que o rigor é o mesmo, e os 14% restantes não souberam avaliar. Trata-se de um aumento na percepção de que a mão pesa mais quando o réu é Lula: em dezembro de 2017, 40% viam a diferença, enquanto em outubro o índice era de 42%.

91% dos entrevistados responderam que sabem da condenação de Lula por supostamente ter recebido um triplex da OAS, omitindo a posse. Mas 40% deles consideram que “nada” foi comprovado, ante 34% que confiam na sentença de Moro.

Reprodução

Mesmo com a decisão confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, 52% apostam que o ex-presidente ficará livre, enquanto 29% responderam que será preso. A maioria (também 52%) avalia que Lula será candidato a presidente nas eleições de 2018. Já 33% acham que ele não vai entrar na disputa.

Ainda envolvendo o cenário eleitoral, 48% das pessoas ouvidas disseram que quem deve julgar Lula é o povo, nas urnas, e não Moro ou outros juízes. Por outro lado, 41% delegam a função ao Judiciário.

A margem de erro para todas as respostas é de 2,2% para cima ou para baixo, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Clique aqui para ler a íntegra da pesquisa.

* Texto atualizado às 20h do dia 2/3/2018.

Revista Consultor Jurídico, 2 de março de 2018, 19h36

Comentários de leitores

10 comentários

Não me perguntaram nada

Bellbird (Funcionário público)

Coincidência, o Lula foi condenado na segunda instância.

CUT é parcial e facciosa.

drjago (Advogado Autônomo - Civil)

Toda pesquisa realizada por CUT e assemelhados sobre qualquer tema é falsa. E ponto final

Pesquisa CUT/VOX POPULIS

Cássio José Zago (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Acreditar nessa pesquisa é a mesma coisa que acreditar que o comunismo acabou e que a CHINA é o melhor modelo de socialismo que o mundo deve copiar. Lamentável!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.