Consultor Jurídico

Notícias

Valor irrelevante

Imóvel de R$ 15 milhões considerado bem de família é impenhorável

Comentários de leitores

5 comentários

É o Cenário Cultural Comum no Brasil.

SMSoares (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

Como bem escreveu a colega (Patricia Ribeiro Imóveis) de onde aparece o dinheiro para custear as despesas deste imóvel. De certo o causídico fez pesquisas no BANCENJud e não encontrou absolutamente nunhum valor para penhorar. Esse é o cenário cultural comum no Brasil "Devo não nego pago quando puder". Essa decisão não atende os preceitos da efetividade do processo. Mas isso é cultural e cultura é geral ela abrange o rico e o pobre.

Um "blinde" a essa decisão...

Mig77 (Publicitário)

Com essa Justiça do Trabalho, não há trabalhador inocente.
A sugestão, já surrada, é a de quem quiser abrir qualquer negócio neste país, jamais tenha qualquer coisa em seu nome ou de sua família incluindo imóvel único de moradia própria. Ganhou dinheiro, esconda, migre, tire daqui, deixe muito pouco no banco para a penhora on-line. Isso aqui não é país sério o que acredito que isso é largamente sabido pelos próprios juízes, promotores do trabalho etc que se, num halo de lucidez, eles refletirem sobre os pleitos, suas sentenças, sobre essa CLT concluirão que esse cabidão do qual fazem parte, é nefasto para o país.

Um "blinde" a essa decisão...

Mig77 (Publicitário)

Com essa Justiça do Trabalho, não há trabalhador inocente.
A sugestão, já surrada, é a de quem quiser abrir qualquer negócio neste país, jamais tenha qualquer coisa em seu nome ou de sua família incluindo imóvel único de moradia própria. Ganhou dinheiro, esconda, migre, tire daqui, deixe muito pouco no banco para a penhora on-line. Isso aqui não é país sério o que acredito que isso é largamente sabido pelos próprios juízes, promotores do trabalho quando, num halo de lucidez, eles refletem sobre suas sentenças, sobre essa CLT e sobre o mal que a existência desse lixo, do qual fazem parte, atrapalha este país.

Na Bananolândia

J. Henrique (Funcionário público)

Este é um belo exemplo de que os seres humanos foram criados para a lei e não o contrário!

mais uma reivindicação para a pauta dos caminhoneiros

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

pois é, como será que o devedor vive de forma digna numa casa de 15 milhões? De quanto seria o valor das despesas mensais? De onde sai o dinheiro para cobrir as despesas de uma casa de 15 milhões e de que modo isso é feito para o trabalhador sequer conseguir rastrear? É por decisões como essas que o povo não confia na justiça... Quando o povo unido estiver rumando para o TST, lembrem-se, ministros, é por decisões como essas!

Comentar

Comentários encerrados em 5/06/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.