Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais dois anos

CCJ aprova recondução de Henrique Ávila para o CNJ na vaga do Senado

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (23/5), a indicação do conselheiro Henrique Almeida Ávila para novo mandato de dois anos no Conselho Nacional de Justiça. Ele ocupará a vaga reservada ao Senado Federal.

Senadores aprovaram a recondução de Henrique Ávila para o CNJ.
Edilson Rodrigues/Agência Senado

Henrique Ávila, de 35 anos, é professor de Direito Processual Civil na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e mestre e doutorando pela mesma instituição, além de advogado do escritório Sérgio Bermudes.

Durante a sabatina, Ávila tratou de diferentes questões, como celeridade da Justiça e judicialização da saúde. Ele defendeu ainda a adoção de medidas que estimulem o uso de meios alternativos de resolução de conflitos, como a mediação e a arbitragem.

Sobre o número de processos que se acumulam na Justiça, Ávila afirmou que o CNJ busca, por meio de atos administrativos e de um planejamento estratégico, acelerar o atendimento de ações apresentadas por cidadãos.

Segundo o conselheiro, o CNJ tenta também conscientizar juízes a tomar decisões conforme as súmulas vinculantes, de forma a evitar a insegurança jurídica. Ao comentar a judicialização da saúde, ele observou que muitas decisões têm afetado os orçamentos de estados e municípios. Com informações da Agência Senado. 

Revista Consultor Jurídico, 24 de maio de 2018, 12h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/06/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.