Consultor Jurídico

Triplo agrilhoamento

Defesa de policiais critica interpretações
de juiz sobre algemas em Cabral

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Dá uma raiva danada de ter de contratar advogados, né? (2)

João Bremm (Outros)

Pouco importa se "o Brasil é um dos únicos países que não usam algemas (quando não é necessário usá-las, faltou escrever, o desonesto intelectual)".
Como dizem por aí "é só andar na linha que não precisarás de advogados, nem serás "molestado" pela Justiça".
Parece que o jogo virou. E eu vou rindo. HAHAHA.

Abuso, Tortura ?

Ronaldo Brites (Agente da Polícia Federal)

Em um país sério, o preso ser conduzido com algemas, mesmo nos pés, é coisa normal. É só assistir a televisão para constatar isso.

Brasil

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

O Brasil é a única democracia do mundo, única onde não se algema presos, única onde a dignidade do preso vale mais do que a vida do agente de escolta, único onde se burla o devido processo legal para edição de sumula vinculante, se esta for em desfavor da sociedade correta e honesta. No Brasil há duas classes, a dos criminosos que despertam paião, interesse e, é lógico dinheiro sujo e sem controle e a dos infelizes que trabalham e pagam impostos. Questões de transferência de presos, no mundo civilizado e no terceiro também, não são questões processuais, são questões técnicas policiais, assim, como o policial não denuncia ou sentencia o juiz não interfere nos preparativos de transferência ou manutenção de presos. Há, claro, regras mínimas, como a vedação de maus tratos, dois policiais americanos foram expulsos da polícia por obrigarem custodiados a inalarem gás, mas nunca se questionou a necessidade de algemas em conduções de presos ou condenados. No Brasil a pessoa ser presa porque outra apresentou seus documentos não viola os direitos humanos, mas legitimar o investigado, exatamente para que ele não se atribua outra identidade viola. Viva sua excelência o ladrão.

Surreal

olhovivo (Outros)

Seria surreal se uma multidão ensandecida atacasse o preso e, acorrentado daquele jeito, tivesse mais chances de se defender e ser protegido pelos estrategistas em "procedimento padrão" de segurança. De fato, é coisa de humorista esse procedimento, só pode ser.

Dá uma raiva danada de ter de contratar advogados, né?

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

O problema maior deve ser a raiva danada de ter de contratar advogados, pagar honorários, etc... não dá para resolver na farta distribuição de tiros e porretadas e nem chamando a imprensa, vai ter de ser pelas vias legais...

Comentar

Comentários encerrados em 24/05/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.