Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Respiro extra

Com dívida de R$ 700 milhões, Stemac tem pedido de recuperação deferido

A 3ª Vara Cível de Itumbiara (GO) deferiu o pedido de recuperação judicial do Grupo Stemac, maior fabricante nacional de grupos geradores de energia. Com isso, a empresa terá 60 dias para apresentar um plano de reestruturação a seus credores, que deve ser homologado pelo Judiciário.

As dívidas contraídas até a data do deferimento do pedido de recuperação ficam congeladas e as contas bancárias, desbloqueadas. A Stemac é uma das principais empresas de energia do Brasil, com quase 70 anos de existência, e perto de 60% do mercado interno. Mas acumula uma dívida de R$ 700 milhões e desde fevereiro de 2017 vem trabalhando num processo de "venda ou associação estratégica".

“O  deferimento da recuperação judicial veio em um momento importante para a Stemac, pois com os efeitos da decisão ela conseguirá fomentar produção de geradores e focar nas conversas com investidores estratégicos para um possível M&A”, explica Renato Brandão, do Feslberg Advogados, escritório responsável pela recuperação judicial.

Diante da complexidade do caso, o escritório montou uma equipe multidisciplinar para atuar no caso, liderada pelos sócios de capital Fabiana Solano e João Carlos Mendonça e os advogados seniores Renato Brandão e Thiago Costa.

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2018, 14h09

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/05/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.