Consultor Jurídico

Artigos

Opinião

Direito 4.0 produz delações ilícitas e conduções inconstitucionais

Comentários de leitores

13 comentários

Comentário!

Marcelo-ADV (Outros)

Grande mestre!

Streck me representa!

Mais do mesmo

Afonso de Souza (Outros)

Foi (de novo!) por 6 x 5, o que mostra que o tema é mais controverso do que sugere o articulista. O contrário do supostamente seguido modelo-de-Direito-4.0 é aquele que exige um filme ou pelo menos uma fotografia do corrupto saindo do cofre com um saco de dinheiro na mão. Ou quem sabe um recibo assinado por serviços prestados ao corruptor. Como se toda e qualquer delação fosse aceita isoladamente como prova e não fosse objeto de contestação...
Intervenção militar no Rio, Carne Fraca, greve dos caminhoneiros, auxílio-moradia ... esse tipo de coisa não tem relação com o que foi julgado. Servem apenas como truque para levar o leitor a simpatizar (politicamente?) com a tese do articulista.
Fico imaginando se haveria tanta grita contra “inconstitucionalidades” caso certos políticos (incluindo aí os ditos ou autoproclamados “guerreiros do povo”) não estivessem sendo condenados e presos.
P.S. Impeachment "feito à fórceps"?? Com todo aquele longo e minucioso rito processual sendo devidamente seguido - o Collor sentiu até inveja - e observado pelo Supremo?

E a condução coercitiva!

elias nogueira saade (Advogado Autônomo - Civil)

Antes de os políticos (inclusive o "ex" presidente, que o prof. Lênio tem peninha dele), e os figurões não eram processados ou condenados, ninguém reclamou da condução coercitiva(art. 218\CPP), até mesmo um mestre garantista(Eugênio Pacelli), achava constitucional, pois atingia os ladrões de galinha. Agora, depois de muitos anos, o STF considerou inconstitucional, e o dr. lenio não achou nada anormal .

STF

Juvenal Ballista Kleinowski (Advogado Autônomo - Trabalhista)

"Todo mundo" sabe que, desde 1991, a impenhorabilidade do bem de família não pode ser arguida por quem foi fiador em contrato de locação.
Ta na lei.
"Art. 3º A impenhorabilidade é oponível em qualquer processo de execução civil, fiscal, previdenciária, trabalhista ou de outra natureza, salvo se movido:
VII - por obrigação decorrente de fiança concedida em contrato de locação."

Ou estava?
Pois hoje, 18/06/2018, vejo na página inicial da CONJUR que onde diz X não se lê mais X.

https://www.conjur.com.br/2018-jun-18/stf-afasta-penhora-bem-familia-fiador-locacao-comercial

Onde está escrito que há diferença entre locação residencial e comercial?

Direito 4.0 é assustador.

Bilhões!

Pantagruel (Outros)

Bilhões já foram recuperados! Eu disse bilhões, não milhões! Alguma retórica será capaz de trazer de volta todo o dinheiro desviado?

É sério?

Pantagruel (Outros)

Até parece que as delações ficaram só nos discursos. Não vimos malas de dinheiro, não vimos sítio... não vimos nada! Vejam o poder da retórica: ficamos tão impressionados com a história de Pirro, que até engolimos a tese central de que "aplicação da lei penal a gente graúda" não passa de "punitivismo". Pra cima de mim?

Sim, vou comprar um chapéu...

E. COELHO (Jornalista)

Exatamente isso, vou comprar um chapéu... com a finalidade tirá-lo cada vez que o Prof. Dr. Lenio faz um texto excelente, então, irei tirá-lo inúmeras vezes.
Em que pese a posição de alguns criticadores habituais, este texto é de total profundidade e chega a causar receio quanto ao futuro do Brasil.
Tirou o chapéu...
Continue firme e operante Prof. Dr. Lenio, porque as pessoas sensatas apreciam os seus artigos.

Vou comprar um chapéu ...

E. COELHO (Jornalista)

Vou comprar um chapéu...

estranho, muito estranho

afixa (Administrador)

não vejo o escritor, servidor público aposentado, criticar atuações do judiciário que em ativismo explicito atuam em benefício de condenados.
aliás, as críticas ao STF são sempre tímidas, parece que sempre está esperando chegar o telegrama de convite, para ocupar por lá uma vaga.
pois bem, se Lula for eleito, ainda há uma chance. e, no caso do escriba (aposentado) não há risco de quebrar a FORÇA, como fez Jota quando esteve por lá (STF)
publique este ano ainda Conjur

Evidências

John Paul Stevens (Advogado Autônomo)

« Tenho insistido na tese de que devemos exigir evidências científicas das decisões dos tribunais. E, por óbvio, também devemos exigir evidências empíricas dos delatores. Não basta dizer. Tem de demonstrar. »

Sensacional. É isso.

E quando os legisladores são suspeitos ?E a lei envenenada?

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

De há muito começou a chover na serra, Dr. Lenio. Quando criaram o foro privilegiado para MILHARES de agentes públicos na Constituição de 1988 e seguidas emendas constitucionais para assegurar a morosidade da Justiça, a prescrição e a impunidade. A Lei é uma arma poderosa contra os corruptos, mas será uma arma na mão dos corruptos se eles forem os legisladores.

300!

Mário Lúcio de Avellar (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Fiquei imaginando os ''pirrenses'', de forma análoga, tornando-se, enfim, em Espartanos no desfiladeiro de Térmopolis, traídos por Elfíates.

Toffoli salvação do Brasil

Professor Edson (Professor)

Uma coisa me chamou atenção(fora as lamentações do professor por ter existido a lava jato) foram 6 a 5 contra as conduções e já é jurisprudência, na prisão em segunda instância mesmo depois de dois plenários 6 a 5 não é jurisprudência e nunca foi, mas, o professor acredita que a salvação é o ministro Toffoli, o ministro Toffoli é favorável à prisão em terceira instância, é favorável a prisão depois da condenação no júri, e respeitando a maioria pela prisão antecipada ele negou vários pedidos de liberdade, será que essa sanha "punitivista" do ministro é tolerável desde que as vezes ajude a defesa, como por exemplo ser contra as conduções, ser favorável à liberdade do Lula, ou soltar o marido da Gleise por HC de ofício?

Comentar

Comentários encerrados em 26/06/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.