Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

PH Amorim

hugojtc (Médico)

Na minha opinião.
com medo de ser processado por expressar minha opinião.
Amorim não cometeu crime racial.
Tb não ofendeu Gilmar Mendes.

Mais um preso político.

Ed (Advogado Associado a Escritório)

Outra vítima do ativismo judicial. Se a briosa justiça nacional aplicasse os mesmos critérios aos coronéis que comandam a grande mídia nacional, que decidem eleições no grito, ditam a hora que o povo deve "protestar" e se acham há décadas entronados em eternas concessões de telecomunicação, já teríamos alguns ilustres chefões da máfia midiática na cadeia, mas afinal, é só o Paulo Henrique Amorim, que não é dono de qualquer concessão de rádio, jornal ou tv...

Os dois lados, por favor!

Charles Bakalarczyk (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

Como já observei em outras matérias, seria de bom tom que os dois lados fossem ouvidos.

A honra dos Ministros do STF

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

A honra da "pessoa pública", notadamente dos Ministros do STF, não há de ser puramente subjetiva, daquilo que incomoda ou possa ser considerado injurioso apenas no entender do Ministro em questão. A honra daqueles que nos julgam em última instância também diz respeito à sociedade. Desse modo, parece injurioso não só ao Ministro Lewandowski, mas também à sociedade brasileira, um vídeo postado no canal Paulo Andrade Castro, no youtube, cujo título intrigante "URGENTE : Ricardo Lewandowski mostra a que veio e impede proteção a Moro" é apenas um "aperitivo" da desfaçatez com que se tratam os Ministros do Supremo, para dizer o mínimo. Com efeito, na altura de 7m e 05 segs., chega a ser comprometedor. Seria o Ministro Lewandowski coerente e suscitaria inquérito da polícia federal com fundamento na Lei de Segurança Nacional contra Paulo Andrade Castro ?

O que será que será ?

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Na década de 1990, quando trabalhava na Rede Bandeirantes de Televisão, Paulo Henrique Amorim noticiou uma determinação de direito de resposta assegurado a Lula em relação ao caso de um cheque de dez mil cruzeiros que apareceu na conta de Lula e ele declarou que se tratava de uma das quatro parcelas da venda de um automóvel Omega de sua propriedade para R. Teixeira. Ocorre que a Band fez todo o trajeto das transações, desde que o veículo foi fabricado na GM, passando pela concessionária que o vendeu 0Km, e outras tantas empresas na cadeia "compra e venda", muitas delas falidas logo após a transação, e também pessoas físicas e, em meio a tanta gente, nunca apareceu o R. Teixeira como proprietário do tal veículo. O mesmo jornalista, há muitos anos atrás, apresentou uma extensa reportagem sobre a compra de um apartamento num prédio no Guarujá que se tornou muito conhecido após a Lava Jato. Outro jornalista polêmico, Paulo Francis, também na década de 1990, denunciou corrupção na Petrobras e foi condenado em elevada indenização, que não poderia pagar, sendo que pessoas próximas ao jornalista especularam que o infarto que o vitimou tivesse como causa o forte abalo emocional. Um grupo que "malhou o Judas" em frente à residência do Ministro Lewandowski viu um de seus integrantes ser investigado em inquérito da polícia federal, enquadrado na Lei de Segurança Nacional, por ato de terrorismo. Bia Kicis, após fazer sustentação oral no STF pela defesa do voto impresso, também foi investigada em inquérito na polícia federal, enquadrada na Lei de Segurança Nacional, por ato de terrorismo devido a uma manifestação pública.

Então nos ilumine, José R

Galo Furioso (Investigador)

Então, José R, quais seriam as empresas e negócios que o referido jornalista teria no exterior? Curioso também tais empreendimentos serem contemporâneos às derrotas judiciais...

Ninguém aqui está falando que um brasileiro não pode ter uma offshore. Mas também ninguém é tão ingênuo a ponto de achar absolutamente normal um jornalista abrir offshores em paraíso fiscal justamente quando quando seu patrimônio é chamado a responder por atos ilícitos.

Ou será que as Ilhas Virgens Britânicas fomentam tanto o empreendedorismo assim? A ponto de atrair tantos profissionais liberais?

Um piada grotesca

Observador.. (Economista)

Este cidadão, que posa de vestal, critica a todos e tem uma Offshore?
O Brasil realmente ficou um país de "elites" grotescas.
Pobre povo.

Condenações PAH

Valmira de Paula (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Essas condenações ao jornalistas, creio ser mais uma prova de que quando se trata de pessoas da esquerda, é lhes retirado os direitos até mesmo quando se trata do livre exercício do jornalismo e o direito de expressão. Digo isso porque vejo diuturnamente os fascistas da extrema direita e globolixo, difamando, caluniando e disseminando ódio entre os brasileiros pelas falsas noticias e injúrias perpetradas ao Ex-Presidente Lula e petistas em geral, no entanto, quando se busca esse mesmo judiciário a resposta que se tem é que trata-se da liberdade imprensa e o direito de expressão. Nojo desse judiciário corporativista e partidário. QUERO DEMOCRACIA! ONDE TODOS TENHAM OS MESMOS DIREITOS E DEVERES.

Típico

O IDEÓLOGO (Cartorário)

do Sr. Paulo, que critica a morosidade da Justiça, porém, quando não o favorece, adota a mesma ação de devedores relapsos.

Comentar

Comentários encerrados em 24/06/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.